Especialista mundial discute mudanças climáticas em Salvador

Salvador recebe, às 16h desta quarta-feira (13), o diretor-executivo do C40 (Cities Climate Leadership Group), Mark Watts, que, além de oficializar o ingresso definitivo da cidade na lista de capitais envolvidas nas principais discussões mundiais sobre os efeitos da poluição no clima do planeta, falará sobre estratégias de adaptação e superação de mudanças climáticas já adotadas com sucesso em diversas metrópoles no mundo.

A reunião ocorrerá no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), que fica na Rua Edístio Pondé, 342, Stiep. Na quinta-feira (14), juntamente com o prefeito ACM Neto, Watts assinará um memorando de entendimento que ratifica a entrada da cidade na rede. De acordo com o secretário da Cidade Sustentável (Secis), André Fraga, a integração é importante por conta da necessidade da capital se adaptar às mudanças e se antecipar a problemas enfrentados por outras cidades, a partir da experiência de quem já passou por isso.

“Salvador participa de três grupos de trabalho no C40. O primeiro se refere a questões envolvendo o transporte público, que é um dos grandes problemas da cidade. Em função da problemática referente à mobilidade urbana, o objetivo é que, com o passar do tempo, a Prefeitura possa contar em sua frota de ônibus com veículos que emitam menos gases poluentes, pensando na integração inteligente de meios como BRT, metrô e bicicleta. O segundo grupo engloba ações voltadas para os assentamentos em áreas de risco”, diz.

Foto: reprodução

Foto: reprodução

No C40 as questões são discutidas de forma coletiva, e as cidades participantes trocam informações sobre como enfrentar problemas comuns aos grandes centros. Em sua visita a Salvador, Mark Watts abordará temas relacionados a eventos climáticos extremos, aumento do nível dos oceanos, elevação da temperatura do planeta, perda da biodiversidade e ações que o grupo vem adotando.

C40 – No Brasil, além de Salvador, apenas Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo participam do C40. Com base localizada em Londres (ING), o C40 foi criado em 2005 (antes C20), a partir da inquietação de cidades preocupadas com questões relativas ao clima, em busca de traçar novos rumos em relação à sustentabilidade e reduzir as emissões de gases do efeito estufa em 248 milhões de toneladas até 2020. Hoje o grupo conta com a participação de 75 cidades.

Salvador foi anunciada como integrante do seleto grupo no dia 27 de março, em cerimônia realizada na cidade de Buenos Aires (ARG). A escolha da capital baiana para integrar a elite mundial no que se trata de discussões sobre o clima traz como consequência o cumprimento de requisitos como a intensificação de ações relativas à emissão de gases nocivos ao planeta. Outra meta diz respeito à implantação de mudanças relativas ao transporte público.

Unit´

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *