in

Rui pede expulsão de tenente que atirou em cachorro

PM está afastado da corporação. Imagem: noticiasr7.com.
PM está afastado das funções. Imagem: noticiasr7.com.

O governador Rui Costa pediu que a Polícia Militar expulse o tenente Wilson Pedro dos Santos Júnior, que no último dia 13 matou com seis tiros de pistola um cão da raça buldogue francês, em Teixeira de Freitas. Uma cadela golden retriever foi salva pela dona, a advogada Bruna Holtz Carvalho, de 26 anos, que também quase foi atingida pelos tiros.

Informações dão conta de que o cachorro teria feito xixi no jardim do oficial, em um condomínio de classe média alta, o que teria motivado a sua atitude. Câmeras da rua gravaram as cenas e as imagens correram o Brasil, causando repulsa. “A ação mostra desequilíbrio e que a pessoa não reúne condições de vestir uma farda e portar arma”, afirma Rui Costa.

Afastado das funções, sob investigação criminal e ameaçado de expulsão da polícia, o tenente de 31 anos se recolheu em casa e não fala com a imprensa. Seu chefe imediato, Valci Góis Serpa de Oliveira, diretor do Colégio da PM de Teixeira de Freitas, onde Santos estava lotado, disse que encaminhou o tenente para o atendimento psicológico da PM, pois ele está abalado.

Com informações do jornal A Tarde.

Foto de capa: brasil247.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Arraiá da Feira promete 100 horas de forró

Doméstica de Coité assassinada em Salvador