in

Lucas e Orelha foram revelados em projeto da escola pública

Lucas e Orelha Foto: Reprodução/Instagram

O sucesso alcançado pelos cantores baianos Lucas e Orelha, que conquistaram o Brasil através do Programa SuperStar da Rede Globo, chama atenção para a importância de projetos que incentivem a musicalidade e o despertar de talentos dentro das escolas. Os dois, Lucas Almeida Arcanjo, 19 anos, e João Henrique da Silva Santana, 18, foram alunos do grupo de artes da Escola Municipal Olga Figueiredo de Azevedo. O Projeto, chamado de Olgart, é realizado há seis anos.

Lucas e Orelha Foto: Reprodução
Lucas e Orelha
Foto: Reprodução

Atualmente, o projeto atende a mais de 500 jovens do bairro Matatu de Brotas, e oferece oficinas de teatro, música e dança. Conforme Gilzelia Freire Santos, diretora da Escola Municipal Olga Figueiredo, “Orelha sempre teve uma participação ativa na escola e, principalmente, nas oportunidades musicais. Ele cantava e tocava, além de sempre incentivar os demais alunos a participarem das atividades”, recorda.

Denilze Gusmão de Abreu, diretora da Escola Municipal Sebastião Dias, onde também estudaram os garotos, relembra a dedicação dos dois nas atividades artísticas. “Eles não faltavam a nenhum ensaio. Faziam questão de participar das atividades voltadas às artes. Em especial, das atividades musicais”, conta.

Para a professora Rita Leoni, atual coordenadora do Projeto Olgart, o esforço é sempre recompensado. “A receptividade do projeto é muito boa. Todos querem participar de algum modo e, através das nossas oficinas, conseguimos despertar o interesse pela leitura, pela música clássica e sobre as diversas técnicas teatrais. Tudo isso nos anima muito, pois cria novas perspectivas para esses jovens”, destaca Leoni.

Mais frutos – Além da dupla Lucas e Orelha, outros talentos passaram pelo Projeto Olgart. Localizada em uma das mais densas regiões de Salvador, a Escola Municipal Olga Figueiredo – onde acontece o projeto – possui mais de mil alunos matriculados e, graças à iniciativa, outros jovens têm trilhado pelo caminho das artes.

Entre os ex-alunos de destaque, está o ator Emerson Mercês, que atuou em um episódio especial de A Grande Família, série da Rede Globo que mostra o cotidiano de uma típica família carioca. Emerson tem ainda em seu currículo o filme Macarrão, gravado em Salvador.

O professor de dança Nadson Cavalcante também participou do projeto e hoje ministra aulas de artes em escolas da rede. Outros 14 alunos do Olgart concorrem a vagas na Orquestra Sinfônica da Bahia e em outras companhias de destaque nacional.​

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Juiz suspende investigação sobre bilhete da Odebrecht

Eduardo Cunha autoriza criação de CPI do BNDES