in ,

Paralisação deixa subúrbio sem trens por 72h

Companhia de Transportes do Estado da Bahia (CTB) diz que está à disposição para diálogo com a categoria. Foto: Eduardo Martins.
Companhia de Transportes do Estado da Bahia (CTB) diz que está à disposição para diálogo com a categoria. Foto: Eduardo Martins.
Companhia de Transportes do Estado da Bahia (CTB) diz que está à disposição para diálogo com a categoria. Foto: Eduardo Martins.

Os trens do subúrbio de Salvador não vão funcionar até a próxima sexta-feira (16) por conta da paralisação de 72h deflagrada nesta quarta-feira (14) pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Ferroviário e Metroviário dos Estados da Bahia e Sergipe (Sindiferro). A categoria pede um reajuste salarial de 9,27%, mas a Companhia de Transportes do Estado da Bahia (CTB) informa que desde que o Estado assumiu a gestão do sistema de trens do Subúrbio, em maio de 2013, os salários dos funcionários foram reajustados três vezes, chegando aos 22,42% de aumento acumulado.

A CTB informa ainda que está à disposição para diálogo com a categoria para que os serviços sejam restabelecidos o mais breve possível. O sistema é utilizado por cerca de 15 mil pessoas por dia. Sem os trens, os usuários terão que pagar um valor quase sete vezes maior do que o de costume com a passagem do ônibus, que custa R$ 3,30, enquanto o trem é tarifado em R$ 0,50 centavos.

Do portal A Tarde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Salvador vai receber voo semanal de Montevidéu

Homem é preso após droga ser achada em airbag de carro em Feira