in ,

PF desarticula quadrilha que fraudava Previdência Social em Juazeiro

O registro profissional é um cadastro do Ministério do Trabalho e Previdência Social. (Foto: Reprodução / Google)

A Polícia Federal (PF) cumpre sete mandados de prisão temporária, e oito de busca e apreensão, em Juazeiro e Sento Sé – Região Norte da Bahia – e também em Petrolina (PE). Intitulada “Ameaça Fantasma”, a operação tem como objetivo desarticular uma quadrilha que praticava fraudes fiscais na Agência da Previdência Social em Juazeiro. De acordo com a PF, foram criados benefícios fraudulentos através da inserção de dados falsos no sistema do INSS. Pessoas inexistentes, sem cadastro na Receita Federal, ou qualquer outro registro, eram cadastradas como beneficiários de pensões por morte. A partir daí eram informados o falecimento de pessoas também inexistentes, que geravam altos valores de pagamentos retroativos. De acordo com o G1, os saques fraudulentos apurados até o momento chegam a um valor aproximado de R$ 700 mil. Os envolvidos nas fraudes responderão pela prática dos crimes de estelionato qualificado, associação criminosa e inserção de dados falsos nos sistemas de informação da Administração Pública, cujas penas variam de um a doze anos de prisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Projeto ‘Eva Convida’ inicia a temporada de ensaios pré-carnaval

Emenda do Teto dos Gastos Públicos é promulgada e entra em vigor