Morador de São Paulo internado com febre amarela morre em hospital de Salvador

Hospital Couto Maia, na capital baiana.

O homem de 49 anos, morador do município de Taboão da Serra, em São Paulo, e que estava internado no Hospital Couto Maia, em Salvador, com febre amarela, morreu na tarde desse domingo (14). A informação foi confirmada ao G1 pelo secretário de Saúde do município de Itaberaba, cidade onde o paciente apresentou sintomas e recebeu atendimento inicialmente.

Conforme o secretário, o homem era natural de Itaberaba, morava em São Paulo e estava na cidade baiana para visitar a família. O paciente chegou ao município no dia 5 de janeiro, já com os sintomas da doença. Antes de vir para a Bahia, ele havia passado réveillon na cidade de Itapecerica da Serra, também em São Paulo.

O homem foi atendido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Itaberaba. O paciente esteve no posto de saúde repetidas vezes, entre os dias 5 e 9 de janeiro, quando apresentou piora no quadro clínico e foi transferido para Salvador na última terça-feira (9). A confirmação da febre amarela foi feita na quinta-feira (11), por meio de exame feito com matéria dele no Laboratório Central (Lacen), na capital.

Segundo a Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab), trata-se de um caso importado, já que o homem começou a apresentar os sintomas no dia 2 de janeiro, antes de chegar à Bahia.

Vacinação

Em Itaberaba continuam os esforços para fazer o bloqueio vacinal conta a doença. Nesta segunda-feira (15), a vacinação no município volta a ser feita nos 18 postos de saúde da família, no posto móvel que está no centro da cidade, no ginásio de esportes, na feira livre e na sede do núcleo regional de saúde. A expectativa da Secretaria de Saúde é imunizar mais de 40 mil pessoas em menos de 15 dias.

Unit´

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *