Indicações, benefícios e riscos da cirurgia bariátrica são discutidos em encontro público

Para esclarecer dúvidas sobre a cirurgia bariátrica, popularmente conhecida como cirurgia de redução de estômago, o NTCO (Núcleo de Tratamento e Cirurgia da Obesidade) realiza nesta quarta-feira (21), às 18h30, em Salvador, um encontro aberto ao público. O evento vai ser realizado na Avenida ACM, Edifício Empresarial Thomé de Souza, 5º andar, nº 3244, bairro Caminho das Árvores. Informações podem ser obtidas e inscrições feitas através do telefone (71) 3038-0700.

No encontro, que é realizado mensalmente, profissionais da equipe médica multidisciplinar do NTCO esclarecem as dúvidas dos pacientes. “Promovemos esse encontro porque é uma oportunidade que o paciente tem de tirar todas as dúvidas sobre o procedimento e de estar em contato com profissionais de diversas áreas, que são fundamentais antes, durante e depois da realização da cirurgia”, afirma Erivaldo Alves, cirurgião bariátrico e diretor da instituição, além de membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM).

Quase um em cada cinco brasileiros sofre de obesidade e mais da metade da população adulta do Brasil, que reside nas capitais, está acima do peso. Em Salvador, 19,9% da população está obesa, índice acima da média nacional, e 53,8% da população soteropolitana está acima do peso normal (soprepeso). Os dados são da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), realizada pelo Ministério da Saúde. O país ocupa o segundo lugar no mundo no ranking da cirurgia bariátrica, ficando atrás apenas dos EUA.

Conforme o médico Erivaldo Alves, a cirurgia bariátrica é bastante segura, mas apresenta riscos como qualquer procedimento cirúrgico. “Cada caso precisa ser avaliado cuidadosamente. A análise do paciente envolve vários exames clínicos e laboratoriais. É importante que o paciente esteja bem informado sobre o procedimento, o pré e o pós-operatório e os hábitos que terá que adotar após a cirurgia”, esclarece o profissional.

Com informações da Ascom do NTCO.

Foto de capa extraída do site Pebmed..

Unit´