Acidentes com escorpiões têm aumento de 50,6% em três anos

Somente no primeiro trimestre de 2018 foram registrados 3.241 casos (Foto: Reprodução)

No intervalo de três anos, de 2015 a 2017, o número de acidentes com escorpiões na Bahia subiu 50,6%, saltando de 10.136 notificações para 15.265 ocorrências contabilizadas pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificação do Centro Antiveneno (Ciave) da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).

Ainda de acordo com as informações da Sesab, somente no primeiro trimestre de 2018 foram registrados 3.241 casos, o que equivale a aproximadamente 20% das picadas desses aracnídeos computadas em todo o território baiano no ano passado.

Já o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da Secretaria Municipal de Saúde contabilizou uma diferença de 22% nas aparições de escorpiões em Salvador, na comparação do primeiro trimestre de 2018 ante o mesmo período do ano passado, com aumento de 18 para 22 casos.

No ano passado, o CCZ registrou 138 notificações da presença de escorpiões em Salvador, uma redução de 48% ante 289 episódios de 2016. Por sua vez, foram capturados 383 desses aracnídeos em 2017, um aumento de 25% em relação aos 96 pegos no ano anterior.

De acordo com as informações do CCZ, na capital baiana, as ocorrências de picadas por escorpiões sofreram um aumento de 25% no primeiro trimestre de 2018, quando foram registrados oito acidentes, em relação aos seis episódios no mesmo período do ano passado.

 

 

  • A Tarde
Unit´