Bahia registra 15 mortes por H1N1

Até o dia 5 de maio deste ano, a Bahia registrou 15 mortes por H1N1, sendo 10 apenas em Salvador. A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) divulgou os novos dados nessa quarta-feira (9).

Nesse mesmo período, o órgão notificou 687 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com 54 óbitos. Do total de notificações, 116 foram confirmadas para Influenza, sendo 100 pelo subtipo A H1N1.

Comparados ao mesmo período de 2017, os números chamam a atenção. No ano passado foram notificados 200 casos de SRAG, com 18 mortes. Do total de notificações, 19 foram confirmadas para Influenza sem registro de óbitos, sendo dois casos de Influenza A H1N1.

Salvador lidera ranking

Ainda de acordo com a Sesab, neste ano os casos de A H1N1 ocorreram em 22 municípios, com mortes em seis deles. Salvador registrou 10 óbitos. As outras cidades foram: Camaçari (1); Lauro de Freitas (1); Retirolândia (1); Saúde (1) e Serrinha (1). As faixas etárias de maior ocorrência de morte estão entre os menores de cinco anos e maiores de 60 anos, com 66,6% dos óbitos registrados.

Com informações do site da Sesab.

Foto de capa extraída do site Segredos do Mundo.

LEIA TAMBÉM: Campanha nacional de vacinação contra a gripe começa hoje.

Unit´