Bahia tem 764 obras paradas por falta de verbas

Imagem: consulting.srv.br.

A Bahia tem 764 obras paradas em diversas cidades do interior por falta de repasses do governo federal. Segundo levantamento realizado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), o estado tem o quarto maior número de intervenções paralisadas, atrás de São Paulo (1.316), Rio Grande do Sul (1.068) e Minas Gerais (1.042).

Em todo o Brasil, são 10.204 obras afetadas especialmente nas áreas da saúde, habitação e infraestrutura. “Os municípios demoram para receber os recursos pactuados e não possuem, na maioria dos casos, verbas próprias para levarem as obras adiante. Por isso elas ficam paralisadas ou nem chegam a ser iniciadas”, analisa a entidade.

Sem prazo

Entre as cidades baianas, para que as obras sejam concluídas, são necessários R$ 206,1 milhões. No Brasil, são R$ 2,6 bilhões, o que corresponde a 40% do total orçado inicialmente pelo governo federal. A situação, conforme a CNM, preocupa, principalmente por não haver previsão de que o problema seja resolvido.

Da coluna Satélite, publicada pelo Correio 24 Horas.

Unit´