Cursos de idiomas dão upgrade no currículo

Que falar mais de uma língua é um diferencial no mercado de trabalho, todo mundo já sabe. Além do inglês e do espanhol, existem outros idiomas que podem agregar ao profissional que busca incrementar o currículo e tem interesse em expandir as fronteiras culturais. Hoje, é possível achar também cursos em inglês voltados para uma área específica, como medicina e engenharia, o que possibilita um aprendizado ainda mais amplo.

Para a coordenadora do Centro de Extensão e de Cursos Livres da UNIFACS, Rosana Pereira, na hora de ingressar em um curso de idioma, é necessário ter em mente alguns pontos. “O estudante precisa traçar objetivos definidos para obter a fluência nessa língua. Independentemente de serem objetivos acadêmicos ou profissionais, o estudante tem que seguir uma rotina diária de estudos e ter disciplina e motivação para aprender novos vocábulos, expressões e aspectos culturais desse idioma”, destaca.

Com ofertas de cursos de Inglês, Francês, Espanhol e Alemão, o Centro de Extensão e Cursos Livres da UNIFACS é aberto tanto para estudantes da instituição quanto para o público externo. E as opções disponíveis no Centro estão de acordo com a demanda exigida pelo mercado. Pesquisa realizada pela Catho, a partir da base de anúncios de empregos abertos, mostra que o Francês é a língua mais pedida. O Alemão vem logo depois, em terceiro lugar.

Para garantir uma vaga no Centro de Extensão e Cursos Livres da UNIFACS, é necessário realizar inscrição através do site extensao.unifacs.br, ou então ir presencialmente à Coordenação de Extensão, localizada no Campus Professor Barros, na Paralela. As matrículas para o 2º semestre de 2018 estão abertas. Além dos cursos de Alemão, Espanhol, Inglês e Francês, é possível também se inscrever nas aulas de Inglês para fins específicos, nas áreas de Business (negócios), Engineering (engenharia), Medicine (medicina) e Nursing (enfermagem).

Dicas

Rosana destaca que, na hora de aprender um novo idioma, algumas dicas podem ser seguidas. “Estudos de neurociência apontam que o processo de aquisição de uma língua pode ser acelerado com base em práticas como inserir o aprendizado em um contexto, manter o hábito de escutar música na língua desejada e usar expressões do idioma estrangeiro no cotidiano”.

Confira mais conselhos:

· Estude, pelo menos, 30 minutos por dia (fora da sala de aula);

· Descubra línguas e culturas com as quais se identifique e busque a automotivação;

· Escreva, fale e ouça no idioma alvo (target language). Esse exercício simples fará o estudante se aproximar das expressões idiomáticas da língua e “perder o medo” de utilizar o novo idioma de forma prática;

· Aplicativos, filmes, séries, músicas e jogos em língua estrangeira são uma forma prática e eficaz, para complementar o estudo de um segundo (ou terceiro) idioma.

· Leia bastante! Artigos, notícias e textos diversos ajudam a aumentar o vocabulário de quaisquer idiomas e aproximam o estudante a cultura local dos países onde essas línguas são faladas oficialmente.

Unit´