in ,

MPF lança campanha em defesa da lei de proteção às vítimas de violência sexual

Imagem: Reprodução/UOL
Segundo o MPF, a vítima deve receber tratamento imediato sem ter que passar pelo boletim de ocorrência (Imagem: Reprodução)

O Ministério Público (MPF) lançou a campanha “Lei do Minuto Seguinte”, em que o principal objetivo é garantir que a população conheça a Lei 12.845/13, que garante o atendimento emergencial, integral e multidisciplinar gratuito às vítimas de violência sexual, em todos os hospitais integrantes da rede do Sistema Único de Saúde (SUS).

A iniciativa contou com apoio da Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap) e da agência Y&R. Segundo o MPF, a vítima deve receber tratamento imediato sem ter que passar por outro serviço antes, pois não é necessário ter boletim de ocorrência (BO) antes do atendimento.

Para o Procurador da República, Pedro Machado, as primeiras 72 horas após a violência sexual são muito importantes para que o protocolo de atendimento medicamentoso seja administrado e evite doenças graves futuras. De acordo com o jornal Estadão, a campanha tem um filme de 60 segundos que irá ser divulgado em canais da TV aberta e alguns canais fechados.

Em 2016, foram registrados mais de 49 mil casos de estupro, conforme informações do levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Avançada (IPEA). Já em 2017, foram mais de 60 mil casos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Jovem morre vítima de overdose no Campo Limpo, diz delegado

Justiça determina que ViaBahia e ANTT restabeleçam iluminação na BR-324 em 90 dias