in ,

5 formas de melhorar o ar da sua casa

Especialistas recomendam abrir janelas e portas pelo menos duas ou três vezes por dia (Foto: Getty Images)

Especialistas recomendam abrir janelas e portas pelo menos duas ou três vezes por dia (Foto: Getty Images)

A poluição do ar causa cerca de 7 milhões de mortes por ano. O simples ato de respirar leva nove em cada dez pessoas a correr o risco de contrair doenças e ter um derrame, infecções respiratórias ou câncer de pulmão.

Os contaminantes microscópicos estão por toda parte, e você
não precisa estar na rua para que eles estejam te prejudicando. De acordo a
Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos, a poluição interna costuma
ser de duas a cinco vezes maior que a externa.

“O ar interno contém todo o tipo de poluentes que temos
do lado de fora, além daqueles adicionados dentro de um imóvel, como os gerados
ao se cozinhar e os gases dos produtos de limpeza e materiais de
construção”, explica Matthew Johnson, cientista-chefe da Airlabs, uma
empresa especializada em filtragem de ar que atua em diversos países.

Felizmente, há medidas que você pode tomar para melhorar a
qualidade do ar dentro de sua casa. Conheça as principais dicas dos
especialistas entrevistados pela BBC a seguir.

1. Melhorar a
ventilação

A falta de ventilação permite que os contaminantes
permaneçam no ar. R. Suresh, do Instituto de Energia e Recursos, na Índia,
explica que é por isso que temos de permitir que o ar fresco entre em casa.

“Abra suas janelas e portas pelo menos duas ou três
vezes por dia, a menos que você tenha alergias ou more em locais com temperaturas
extremas”, diz ele.

Nesse caso, você pode manter o interior ventilado com um
sistema de ar condicionado filtrado.

Quando cozinhamos ou tomamos banho, é bom ligar um exaustor,
se tiver um, para ajudar a remover os contaminantes e reduzir a umidade.

2. Tenha plantas em
casa

Você não pode comprar filtros de ar caros? Espalhe plantas nas
áreas internas de sua casa.

Algumas podem ajudar a eliminar toxinas do ar e são
consideradas “uma solução promissora e econômica para a poluição
interna”, diz R. Suresh.

Os mais céticos afirmam que não há estudos suficientes para
sustentar essa crença. Mesmo que isso não seja verdade, as plantas podem
alegrar seu espírito.

Entre as plantas para áreas internas mais populares, estão a
areca-bambu, jiboia, bambus, samambaias e palmeiras.

Seja for sua escolha, tenha em mente, segundo R. Suresh,
que, “para que as plantas internas atuem como purificadores de ar
naturais, é necessário mantê-las saudáveis.”

Caso contrário, explica o especialista, elas podem acabar
liberando contaminantes biológicos no ar.

3. Eliminar os odores
“de maneira ecológica”

Toda vez que você usa fragrâncias artificiais, são liberados
os COVs (compostos orgânicos voláteis), o que também pode ocorrer com tintas
sintéticas e tapetes.

Os COVs podem ter reações com o ar, formando um coquetel
potencialmente perigoso.

Por exemplo, os produtos de limpeza não orgânicos podem
liberar formaldeído – um composto cancerígeno – quando entram em contato com o
ar.

O que é possível fazer? Use produtos de limpeza sem
fragrância e evite aerossóis, incluindo desodorantes, limpadores de carpete e
aromatizantes.

Na cozinha, R. Suresh recomenda partir limões ao meio e
colocar bicarbonato para liberar uma fragrância limpa.

4. Proibir o fumo

Fumar por si só é um risco para a saúde. Em locais fechados,
deve ser totalmente evitado.

O acúmulo de fumaça pode causar um sério impacto na
qualidade do ar interno, especialmente em áreas pouco ventiladas.

A exposição ao fumo de maneira passiva pode causar doenças
graves. Bebês expostos à fumaça do tabaco em casa têm um risco maior de sofrer
síndrome da morte súbita.

5. Remover alérgenos

As partículas de pólen e os ácaros podem aumentar o risco de
doenças, especialmente se você sofre de asma, rinite ou alergias.

O excesso de umidade estimula a formação de mofo no ar, o
que pode causar infecções pulmonares em pessoas com sistema imunológico
enfraquecido.

Os especialistas recomendam seguir estas medidas simples:

– Lavar frequentemente a sua roupa de cama;

– Usar desumidificador;

– Limpar seu carpete, de preferência com aspiradores de
baixa emissão;

– Secar suas roupas perto de uma janela aberta;

– Colocar um tapete na porta para evitar que contaminantes
entrem.

Fonte: BBC Brasil

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Loading…

0

Comentários

0 Comentários

Powered by Facebook Comments

Oficial da Polícia Militar destaca importância da Guarda Municipal na Segurança da cidade

Valor da tarifa de transporte coletivo definido: R$ 3,59