in ,

Pesquisa monitora desempenho da hotelaria em zonas turísticas baianas

Foto: Rita Barreto
Foto: Rita Barreto

Técnicos da Secretaria do Turismo do Estado (Setur) atuam na mobilização dos meios de hospedagem da Bahia para intensificar a participação na pesquisa de Sondagem Empresarial desenvolvida nacionalmente pelo Ministério do Turismo. Trata-se da quarta e última etapa do estudo referente ao desempenho econômico do setor no ano de 2018. Os dados serão base para o desenvolvimento de políticas de fortalecimento do turismo. O prazo para responder ao questionário vai até o final de janeiro.

Na última fase dessa pesquisa, que monitora o desempenho no segmento de hotéis e pousadas, o MTur coletou dados de 719 empreendimentos de todo o país. Na Bahia, 105 empresas participaram, apresentando as suas informações. As categorias pesquisadas também incluem resorts e acampamentos turísticos. Dentre os itens apurados no levantamento estão número de empregados, faturamento, gasto do turista no destino e demanda por serviços ofertados pelo meio de hospedagem.

“Este diagnóstico é importante para o aperfeiçoamento de ações estratégicas em desenvolvimento nas esferas estadual e nacional. Visa produzir avanços permanentes na qualidade dos serviços aos visitantes, a cada ano, mais exigentes”, afirmou o subsecretário estadual do Turismo, Benedito Braga.

O apoio da Setur proporcionou, nas etapas anteriores, maior participação do empresariado baiano, observou. “Foi possível obter ampla coleta de dados e assegurar aos pesquisadores um extenso recorte relativo à Bahia. O volume significativo de informações corresponde à expressividade no turismo no Estado e já constitui um item à parte na última fase da pesquisa. Nossa expectativa, agora, é novamente conseguir excelente resultado”, disse o subsecretário.

No cenário do terceiro trimestre de 2018, divulgado no último mês de novembro, a Bahia teve destaque. Em relação à pretensão de investimentos, por exemplo, 68,3% dos empresários baianos relataram que farão aportes no negócio no prazo de seis meses. No Ceará, o percentual foi de 60,7% e em toda a região Nordeste a intenção de investir até maio é de 66,2%.

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Loading…

0

Comentários

0 Comentários

Powered by Facebook Comments

Especialistas veem com cautela limite de mensagens no WhatsApp

Moradora de Pernambuco morre vítima de acidente na BR-116