Ignácio de Loyola Brandão é eleito para a Academia Brasileira de Letras

Escritor e jornalista foi escolhido, por unanimidade, para a cadeira 11 da ABL. (Foto: Reprodução)

O escritor e jornalista Ignácio de Loyola Brandão foi eleito nesta quinta-feira (14), por unanimidade, para a cadeira 11 da Academia Brasileira de Letras (ABL). Ele preenche a vaga que era do jurista e sociólogo Hélio Jaguaribe, que morreu em setembro do ano passado.

Ao longo da carreira Loyola lançou mais de 40 livros, entre romances, coletâneas de contos e de crônicas, relatos de viagens, infantis e infantojuvenis, além de obra para o teatro – recebeu todos os 31 votos possíveis. Atualmente, publica uma crônica quinzenal no jornal “O Estado de S. Paulo”.

Os demais concorrentes à vaga eram Eloi Angelos Ghio D’Aracosia, Placidino Guerrieri Brigagão, José Roberto Guedes de Oliveira, Remilson Soares Candeia, José Itamar Abreu Costa, Marilena Barreiros Salazar, Raquel Naveira, Felisbelo da Silva, Sérgio Caldeira de Araújo, Rodrigo Cabrera Gonzales e Lucas Menezes.

Após a votação, o Presidente da ABL, Marco Lucchesi, fez a tradicional queima dos votos.

Unit´