in ,

Prefeito de Conceição do Almeida têm 5 dias para apresentar defesa em processo criminal

O juiz federal Robson Silva Mascarenhas, da 1ª Vara Federal, determinou prazo de 5 dias para que o prefeito de Conceição do Almeida, Adailton Campos Sobral, apresente suas alegações finais no processo criminal que responde por suposta prática de desvio de dinheiro público.

Ito de Bêga, como é conhecido o prefeito, foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF), juntamente com o pregoeiro da Prefeitura, Egberto de Almeida Cardoso Filho. Os dois respondem ao mesmo processo criminal (nº 0007584-76-2016.4.01.3304).

Pregoeiro Egberto

O site Olá Bahia teve acesso ao despacho assinado pelo juiz federal Robson Mascarenhas. No documento, o magistrado determina o início do prazo para as alegações finais, a partir desta quarta-feira, dia 3.

ACUSAÇÃO

A denúncia contra o prefeito de Conceição do Almeida e o pregoeiro da Prefeitura foi aceita pela Justiça Federal em 17 de abril de 2017. Os dois tentaram impedir o prosseguimento da ação, mas o pedido foi negado pela juíza Karin Almeida Weh de Medeiros.

De acordo com o MPF, Ito de Bêga (prefeito) e o pregoeiro Egberto de Almeida Cardoso Filho desviram recursos do Fundeb, em proveito próprio ou alheio, através de contratos considerados fraudulentos de transporte escolar, durante os anos de 2009 e 2010.

O site Olá Bahia  manteve contato com a Prefeitura de Conceição do Almeida (75-3629-2161), na tentativa de ouvir os denunciados. Tanto o prefeito Ito de Bêga quanto o pregoeiro Egberto de Almeida Cardoso Filho não foram localizados para comentar o despacho do juiz federal Robson Silva Mascarenhas, da 1ª Vara Federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Brasil vence Argentina e vai a final da Copa América

PM preso ao integrar maior milícia do RJ