in ,

Justiça determina reserva de vaga no Shopping Popular para comerciante do Centro de Abastecimento

Uma decisão judicial garante a reserva de um box no Shopping Popular para uma comerciante do Centro de Abastecimento de Feira de Santana. A Prefeitura deve garantir a vaga, sob pena de multa no valor de R$ 1 mil.

A vaga é para a comerciante Maria Cleide da Purificação Barreto. Segundo ela, é permissionária desde o ano de 2004, mas ficou de fora da lista dos ocupantes do novo Shopping Popular.

Maria Cleide da Purificação Barreto conta que em junho de 2016 formalizou a adesão e compromisso com o Projeto Pacto da Feira, além de incluir seu nome para aquisição de um box com 5m², que deveria ser localizado na área de confecções do centro comercial.

Com isso, segundo ela, foi relocada temporariamente para um outro box, em um galpão na rua Olímpio Vital. Tudo orientado pela Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico até o término da obra do Shopping Popular.

FORA DA LISTA
Maria Cleide disse que somente tomou conhecimento de que seu nome não estava na lista em abril deste ano. Foi quando ela esteve na Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico para assinar a homologação da permissão e entrega do box.

A comerciante fez questão de registrar que possuía um box no Centro de Abastecimento há cerca de 15 anos. Ela ressaltou que foi deslocada do seu local de trabalho na promessa de uma nova oportunidade com a construção do Shopping Popular.

A construção do Shopping Popular foi anunciada pela Prefeitura como forma de requalificação do centro comercial de Feira de Santana. A construção do Shopping Popular faz parte da Parceria Público-Privada (PPP) firmada entre a Prefeitura e o Consórcio Centro Popular. As obras foram iniciadas em novembro de 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Vitória Strada estaria namorando atriz

Duas crianças morrem após incêndio atingir barraco na Zona Sul de SP