in ,

Gastos com iluminação pública mais que triplicaram em Amélia Rodrigues

A Prefeitura de Amélia Rodrigues mais que triplicou os gastos com a iluminação pública do município, quando comparado o ano de 2017 com os anos de 2015 e 2016. O valor, inclusive, tem sido alvo de denúncia na Câmara de Vereadores.

O valor, inclusive, tem sido alvo de denúncia na Câmara de Vereadores

Em 2017, a Prefeitura realizou uma licitação (pregão presencial nº 004/2017), com a finalidade de contratar empresa para prestação de serviços de manutenção da iluminação pública e fornecimento de material para atender as demandas do município.

A licitação ocorreu em dois lotes. A empresa vencedora foi Kirche Serviços Eirelli-Me. Os dois lotes somados totalizaram R$ 747.406,50. No período do contrato, a Prefeitura ainda realizou um aditivo, no percentual máximo permitido, de 25% (R$ 186.313,07). O valor global do contrato, após aditivado, foi de R$ 933.719,57.

DENÚNCIA

Entre os anos de 2015 e 2016, a Prefeitura de Amélia Rodrigues gastou pouco mais de R$ 250 mil com o mesmo serviço (R$ 253.371,83). Esse valor, conforme apurado, é três vezes menor que o gasto atual.

O levantamento foi feito pelo vereador Antônio Gustavo Moraes Lima (professor Gustavo, PPS) e entregue ao site Olá Bahia. Ele acusa o prefeito Paulo Falcão de praticar atos de improbidade, além de causar danos ao erário municipal.

“Além de custar caro ao Município, o serviço prestado pela empresa é precário. As ruas de Amélia Rodrigues estão às escuras, o que não deveria estar acontecendo, uma vez que a população paga muito caro pelo serviço”, disse o vereador.

O site Olá Bahia não conseguiu contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura para que comentasse o caso. Nenhum representante da empresa Kirche Serviços Eirelli-Me também foi localizado para comentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Eduardo Bolsonaro ataca Kannário: “Como um sujeito desse é eleito na Bahia?”

Casal de brasileiros deixou vulcão 10 minutos antes de erupção na Nova Zelândia