in ,

Governo diz que liberou seguro-desemprego travado por saque imediato do FGTS

A jornada de trabalho será de 40 horas para todos os cargos, com exceção para médico, que será de 20 horas. (Foto Ilustração)

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informou nesta quarta-feira (22) que foram reprocessados 67.523 requerimentos de seguro-desemprego que estavam pendentes por conta da nova modalidade de saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Anteriormente segurados relataram atraso na liberação do seguro-desemprego por causa do saque imediato de até R$ 998 do FGTS. Em seguida, a Secretaria do Trabalho informou que todos os trabalhadores com dificuldade de acesso ao seguro-desemprego teriam seus pedidos reprocessados e liberados até esta quarta. Já os benefícios solicitados a partir de segunda-feira (20) deveriam ser liberados automaticamente.

Segundo a secretaria, pedidos que não tinham outros impedimentos já foram liberados e novas solicitações não devem ser bloqueadas. Caso isso ocorra, haverá um novo reprocessamento. A consulta à situação do requerimento poderá ser realizada pela internet ou pelo aplicativo da Carteira de Trabalho Digital.

O motivo para o atraso na liberação dos pedidos de seguro-desemprego é que toda movimentação que ocorre no FGTS interfere no recebimento do seguro-desemprego.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Ministro da Ciência compartilha foto para ‘provar’ que Terra não é plana

Bolsonaro diz que evitará imprensa após relatório sobre ataques a jornalistas