in ,

Bahia tem cerca de 700 leitos exclusivos para atendimento de pacientes com coronavírus

A norma estabelece critérios a serem adotados principalmente quando a necessidade de internação ultrapassa o número de leitos disponíveis (Foto: Reprodução)

A Bahia terá quase 700 leitos exclusivos para pacientes com coronavírus, informou o governo do estado. Até a noite de ontem (30), o número de infectados por coronavírus na Bahia subiu para 176, com 2 óbitos.

Hospitais de Salvador, administrados pelo estado, como o Couto Maia e o Ernesto Simões, já atuam, desde o dia 23 de março, exclusivamente com pacientes do Covid-19. Outras unidades de saúde da capital baiana também serão exclusivas para quem for infectado pelo coronavírus, como o antigo Hospital Espanhol, que deve ser reaberto ainda no mês de abril, e o Hospital do Subúrbio.

Além disso, o governo vai utilizar um antigo hotel localizado em Lauro de Freitas e o Fazendão, espaço que pertence ao Esporte Clube Bahia, para criar novos leitos. Entretanto, estes, serão para pacientes de baixa complexidade, com objetivo de liberar leitos em hospitais de Salvador.

No interior e na região metropolitana, hospitais também oferecerão leitos clínicos e de UTI. Dezesseis novas UPAs que não estavam em funcionamento vão receber pessoas que estão com sintomas da doença. O objetivo é que as unidades de Pronto Atendimento recebam os atendimentos clínicos e façam a regulação, caso necessário.

As UPAs que estão previstas para fazer atendimento estão nos seguintes municípios: Alagoinhas, Araci, Brumado, Catu, Conceição do Coité, Gandu, Lauro de Freitas, Ipiaú, Itamaraju, Itacaré, Jaguaquara, Morro do Chapéu, Santo Antonio de Jesus, Serrinha, Tucano e Valença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Grupo participa festa em imóvel é conduzido à delegacia

Inep divulga regras do Enem 2020 e datas de inscrição