in ,

Prefeitura de Feira de Santana decide suspender licitação para contratação de engenheiros e arquitetos

A Prefeitura de Feira de Santana decidiu suspender a licitação que pretendia contratar engenheiros e arquitetos, apesar de ter em seu quadro de servidores 41 profissionais com essa formação. A licitação estava programada para o dia 18 de junho.

O aviso de suspensão da licitação já foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM). Apesar da publicação, a Prefeitura não informa ou apresenta os motivos para tal medida.

Essa licitação tinha como objeto a contratação de engenheiros e arquitetos por um custo de mais de R$ 9,7 milhões. Esses profissionais deveriam atuar na elaboração de projetos arquitetônicos, de engenharia, orçamento e fiscalização de obras da Secretaria de Educação.

PLANILHA DE CUSTO
De acordo com o edital, o valor exato desta licitação, que deveria ocorrer na modalidade de registro de preço, é de R$ 9.763.019,40. O prazo para a execução dos serviços licitados era de 12 meses.

A planilha orçamentária do edital previa um custo de R$ 7.305.708,96 para a contratação de engenheiros, arquitetos, desenhistas, técnicos de edificações, entre outros. A mesma também aponta um custo de R$ 2.457.310,44 para a contratação de equipe de controle tecnológico, equipamentos, veículos e apoio.

O site Olá Bahia apurou que a Prefeitura de Feira de Santana conta com 41 engenheiros e arquitetos. Eles estão distribuídos entre as Secretarias de Desenvolvimento Urbano (60%), de Planejamento (30%), e o restante (10%) em demais secretarias. Esses profissionais custam ao município o valor mensal de R$ 150 mil, aproximadamente. Eles têm salário médio de R$ 3 mil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Apesar de apresentar proposta de maior valor, Albatroz deve administrar contrato de R$ 48 milhões em Lauro de Freitas

Auxílio Emergencial: Caixa credita nesta terça benefício a mais 7,6 milhões de trabalhadores