in

PF intima Bolsonaro a prestar depoimento pessoalmente; AGU recorre

Foto : TV Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi intimado, na tarde desta quarta-feira, 16, pela Polícia Federal (PF) a prestar depoimento presencialmente no inquérito que apura interferências na corporação. Na intimação, foi dada a opção de o presidente escolher a data entre os dias 21 e 23 de setembro, às 14h, para prestar o depoimento, avisando sobre o diretio de ele permanecer em silêncio.

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), havia determinado que o depoimento de Bolsonaro fosse prestado pessoalmente, sem o direito de depor por escrito. O ministro entendeu que o depoimento por escrito só cabe se o presidente fosse ouvido na condição de testemunha.

A Advocacia-Geral da União (AGU) tinha até a próxima segunda-feira, 20, para apresentar recurso contra a decisão do ministro. Entretanto, como a intimação foi feita nesta quarta, a AGU já apresentou o recurso. O inquérito foi aberto a partir das acusações feitas pelo ex-ministro Sergio Moro em seu pedido de demissão, ao dizer que Bolsonaro fez pressões para trocar o superintendente da PF do Rio de Janeiro e o diretor-geral, e teria interesse em frear investigações que miravam aliados seus, como o inquérito das fake news.

Fonte: A Tarde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Eleições 2020: Ex-prefeito de Ipecaetá Marcell Gomes tem novas derrotas na Justiça e TCM

Pantanal tem mês de setembro com mais focos de incêndio na história