O sorteio do concurso 1.745 da Mega-Sena, que será realizado neste sábado (26), poderá pagar o prêmio de R$ 30 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio será realizado a partir das 20h (horário de Brasília), na cidade de Itaocara (RJ).

De acordo com a Caixa Econômica Federal (CEF), se um apostador levar o prêmio sozinho e aplicá-lo integralmente na poupança, receberá mais de R$ 215 mil por mês em rendimentos, equivalente a R$ 7 mil por dia. Caso prefira, poderá adquirir 37 imóveis de R$ 800 mil cada, ou ainda uma frota de 46 carros esportivos de luxo.

Para apostar – As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades – A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa. (G1)

Os usuários de planos de saúde contam com uma nova ferramenta para avaliar as operadoras, com base nas reclamações que a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) recebe. A ferramenta já está disponível na página da agência reguladora desde a sexta-feira (25).

Segundo a ANS, o novo Índice de Reclamações aprimora o cálculo do ranking das mais reclamadas, dá mais transparência e funcionalidade e ajuda o beneficiário na escolha ou avaliação do seu plano. Foram incorporados dois indicadores, além do número de reclamações: um que identifica a conduta da operadora para resolver o problema e outro sobre os principais motivos das reclamações.

O Índice Geral de Reclamações indica a média de manifestações dos beneficiários nos últimos três meses; o Percentual de Finalizações Assistenciais indica a quantidade de demandas resolvidas consensualmente; e o Índice de Abertura de Processo Administrativo aponta as infrações que levaram a processos na ANS.

O índice será atualizado a cada mês e os dados disponibilizados com ranking e gráficos. Também é possível consultar os indicadores de cada operadora individualmente. O cálculo da ANS computa as reclamações feitas pelo telefone, internet, carta e presencialmente.

A Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde) informa que enviou contribuições à ANS por meio do Laboratório de Inovação e que vai avaliar tecnicamente os novos indicadores. A entidade afirma que o bom relacionamento com o consumidor de planos “é um dos temas estratégicos para a FenaSaúde e suas associadas”. A federação ressalta ainda lançou recentemente o Guia de Reajustes dos Planos e Seguros Privados de Saúde, além do Guia do Consumidor, com informações gerais, e o Guia da Gestante.

*Agência Brasil

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Boa alimentação, exercícios diários e uma rotina regular de sono são algumas das sugestões para uma vida saudável. Mas há um combustível para tudo isso: o bom humor. No entanto, muitas pessoas são acometidas pela “doença do mau humor”, também conhecida como distimia. De acordo com a psicóloga e escritora Marilene Simão Kehdi, o transtorno pode induzir o indivíduo ao isolamento, gerando depressão, além de afetar os relacionamento e objetivos. Para isso, a psicoterapia é um recurso imprescindível.

Muitas pessoas buscam, ao longo da vida, o bem estar físico e emocional, sendo assim, aprimorando o estilo de vida. Entretanto, para muitos, a falta de estimulo constante é tomada pela irritabilidade incontrolável e a persistência de um humor deprimido, os quais se definem como um transtorno distímico ou distimia.

A incidência maior é com as mulheres. São elas as mais afetadas por esse transtorno. A causa envolve fatores genéticos, disfunções neuroquímicas do cérebro e também fatores pessoais, como uma infância marcada por sentimento de rejeição e carência.

Segundo a especialista em doenças psicossomáticas, os sintomas da depressão na distimia se apresentam em escala menor, se comparados aos sintomas amplificados depressivos. Porém, isto não impede que, em algum momento, manifeste-se um episódio de depressão maior dentro do quadro distímico. Entre outros sintomas, no decorrer da vivência, o transtorno do “mau humor” induz o indivíduo ao isolamento, a melancolia e a apatia, reduzindo a autoestima e causando muitos prejuízos nas relações sociais, pessoais e profissionais.

Marilene Simão ressalta que muitas pessoas com distimia, embora tenham muito sofrimento mental, não admitem que necessitam de tratamento por acharem que esse é o “jeito de ser”. E muitos causos são provenientes da infância. A maioria daqueles que começa a psicoterapia geralmente não dá continuidade, pois não acredita que o próprio estado de humor tenha tratamento eficaz.

Geralmente, o desânimo e o desinteresse apresentados pelo indivíduo com o transtorno distímico são interpretados erroneamente pelas pessoas próximas a ele, com descaso ou indiferença. Para isso, é necessário a intervenção psicoterapêutica e psiquiátrica para ajudá-lo a interagir melhor em seus relacionamentos e consigo mesmo, já que o indivíduo não conseguirá abolir o comportamento sozinho. Sendo assim, sem tratamento psicoterapêutico, a tendência é a ausência de melhora considerável no quadro, permanecendo apáticas e deprimidas.

Para Marilene, em alguns casos, há necessidade de medicamentos estabilizadores do humor e antidepressivos, contudo, a psicoterapia é fundamental e pode ajudar a superar o desafio de vencer esse humor deprimido e ter mais qualidade de vida.

Sobre a Marilene Kehdi – Marilene é pós-graduada em Psicossomática com aprimoramento em Neuropsicologia, Psicologia Hospitalar, Psicopatologia, Psicofarmacologia e Saúde Mental, além de ministrar aulas e palestras sobre controle do estresse e ansiedade. Suas obras, “Um Convite à felicidade”, “Vivendo e Compreendendo”, “Conquiste Uma Vida Mais Saudável”, “Organize Suas Emoções e Ganhe Qualidade de Vida”, “Faça, Aconteça e Realize!”, “Um Novo Estilo de Vida!” e “Emoções, Situações e Soluções”, apresentam um novo conceito da autoajuda, mostrando aos leitores como interpretar as emoções e conflitos internos, para que atinjam um estado de bem estar e de equilíbrio emocional necessários para uma vida saudável.

Um menor de 17 anos foi apreendido no conjunto Viveiros, em Feira de Santana, portando um revólver calibre 38 com cinco cartuchos intactos, 76 buchas de maconha e um pacote pequeno de uma substância similar a cocaína. A apreensão foi feita na tarde desta sexta-feira (25) quando policiais militares da Rondesp Leste seguiam para verificar a informação de um confronto armado no local pela disputa do tráfico de drogas. O menor e todo o material apreendido foram apresentados na central de flagrantes do Complexo Policial do Sobradinho.

*Com informações do Blog Central de Polícia

5ª edição do Food Park Salvador acontece neste sábado e domingo. Foto: Divulgação

5ª edição do Food Park Salvador acontece neste sábado e domingo. Foto: Divulgação

A Praça Wilson Lins, na Pituba, recebe neste sábado (26), das 14h às 22h, e domingo (27), das 12h às 22h, a 5ª edição do Food Park Salvador. O projeto reúne food trucks, caminhões já conhecidos no Brasil e no exterior, que são verdadeiras cozinhas sobre rodas, transportando e vendendo alimentos diversos.

Além dos treze trucks que participam desde a primeira edição, o evento conta com as food bikes, oito no total. Nesta edição, tem a estreia da bike Cartola Tropical, especializada na sobremesa preparada com banana, queijo coalho e canela.

Outros destaques do evento são o carrinho de comercialização de vinhos e suco de uva, Q’Vinhos e a Santa Paleta, com suas paletas mexicanas recheadas. Nesta edição, a chef Leka estreia um novo prato para os amantes de churrasco. O churrasquinho sem espeto vem numa versão light, com farofa de beiju crocante e vinagrete de feijão verde. Outra novidade é o galeto assado, que pode ser consumido por toda a família.

Atrações musicais

No sábado, a partir das 15h30, a cantora Renata Agapito abre a grade, seguida do Grupo Levitar, que fará uma aula de forró no espaço e da banda U Tal do Xote, com um repertório recheado de xote, xaxado e forró pé de serra.

No domingo, sobem ao palco as bandas De Maré, com o projeto SoteroPoliTimbres e a Vitrola Baiana, que apresentam um show de ritmos como frevo, ijexá, rock, samba reggae e marchinhas carnavalescas. A partir das 20h, DJs se revezam nas pick-ups, encerrando as apresentações às 22h.

O evento é uma iniciativa da Associação de Food Trucks & Comida de Rua da Bahia, comandada pelos chefs Gabriel Lobo e Alessandra Hattori, com patrocínio da Itubaína e apoio da Empresa Salvador Turismo (Saltur).

Há suspeitas de que os homens sejam integrantes da quadrilha que explodiu uma agência do Banco do Brasil em São Sebastião do Passé, no início deste ano. Foto: Divulgação/Polícia Civil

Há suspeitas de que os homens sejam integrantes da quadrilha que explodiu uma agência do Banco do Brasil em São Sebastião do Passé, no início deste ano. Foto: Divulgação/Polícia Civil

Armas, 200 quilos de maconha e 300 gramas de cocaína foram apreendidas em ação que resultou na prisão de quatro homens nesta sexta-feira (25), em Salvador. Eles são suspeitos de cometerem roubos a agências bancárias no estado. Durante uma operação conjunta do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (DRACO) e a Força-Tarefa da Secretaria da Segurança Pública (SSP), os suspeitos foram localizados em um fazenda às margens da BR-101, no município de Catu.

Os homens estavam sendo investigados pela polícia por envolvimento em explosões de caixas eletrônicos. Há suspeitas de que sejam integrantes da quadrilha que explodiu uma agência do Banco do Brasil em São Sebastião do Passé, no início deste ano. Com eles, a polícia encontrou uma submetralhadora, uma pistola 9 mm, uma espingarda 44, um revólver calibre 38 e um colete antibalístico. Também foram apreendidos um automóvel e uma motocicleta.

Meninas entre 9 e 11 anos devem se vacinar contra o Papiloma Vírus Humano, que causa, entre outras doenças, o câncer de colo do útero. Foto: Reprodução/A Crítica

Meninas entre 9 e 11 anos devem se vacinar contra o Papiloma Vírus Humano, que causa, entre outras doenças, o câncer de colo do útero. Foto: Reprodução/A Crítica

Para ampliar o acesso das meninas entre 9 a 11 anos de idade à vacina contra o HPV, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) retoma a agenda de imunização nas instituições de ensino da rede pública e privada da capital.

Nesta segunda-feira (28), a partir das 8h, os profissionais de saúde irão até o Colégio Esperança de Viver, em Castelo Branco, com o intuito de proteger as estudantes contra o Papiloma Vírus Humano, que causa, entre outras doenças, o câncer de colo do útero.

Para realizar o procedimento nas escolas, é necessária a autorização do estabelecimento de ensino através de um documento e, logo em seguida, é feito o agendamento da ação junto às unidades de saúde.

Os colégios enviam um comunicado aos pais das alunas para conscientização e autorização para que as filhas sejam imunizadas. A vacina contra o HPV também está disponível em todos os postos da atenção básica da rede municipal de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Em Salvador, cerca de 54 mil jovens devem receber a dose do imunobiológico que previne o câncer de colo do útero. A vacina contra HPV é indicada para adolescentes de 9 a 13 anos com três doses. Após a primeira dose, a menina deve receber a segunda seis meses depois, e a terceira, de reforço, cinco anos após a primeira dose. Além do documento de identificação, a SMS recomenda que seja apresentada a caderneta de vacinação.

Todas as meninas de 11 a 13 anos que só tomaram a primeira dose no ano passado devem procurar um posto de saúde para tomar a segunda. Isso também vale para as meninas que tomaram a primeira dose aos 13 anos e já completaram 14. Este ano serão vacinadas, além das jovens do sexo feminino na faixa etária de 9 a 11 anos, mulheres com idade entre 9 e 26 anos convivendo com HIV, e as 24 mil meninas de 11 a 13 anos que deixaram de tomar a 2ª dose da vacina HPV no ano de 2014.​

O policial rodoviário federal Marcelo Caribé de Carvalho foi baleado após assalto no bairro da Pituba. Foto: Reprodução

O policial rodoviário federal Marcelo Caribé de Carvalho foi baleado após assalto no bairro da Pituba. Foto: Reprodução

Os órgãos de Marcelo Caribé de Carvalho, 28 anos, policial rodoviário federal baleado após assalto no bairro da Pituba, na noite da última quinta-feira (24), serão doados. A informação foi divulgada em boletim médico do Hospital da Bahia, que confirma a morte encefálica do policial.

“O policial rodoviário federal Marcelo Caribé Carvalho, 28 anos, deu entrada na emergência do Hospital da Bahia por volta das 22 horas, na quinta-feira, dia 24, com um tiro no crânio. Após os procedimentos emergenciais, foi submetido a uma neurocirurgia e encaminhado para a UTI Neurológica. A coordenação geral da UTI Neurológica do Hospital da Bahia informa que acabou a segunda fase do protocolo, às 01h, deste sábado (26) e foi confirmada a morte encefálica do paciente. A família resolveu manter contato com propostos da Central de Transplantes do Estado para o procedimento de doação de órgãos”, diz o boletim.

8ª Feira do Livro de Feira de Santana segue até domingo (27). Foto: Edvan Barbosa/Divulgação

8ª Feira do Livro de Feira de Santana segue até domingo (27). Foto: Edvan Barbosa/Divulgação

Com uma vasta programação para o público de todas as idades, prossegue até a tarde deste domingo (27) a 8ª Feira do Livro de Feira de Santana. As atrações começam logo às 8h30. Neste sábado (26), a programação conta com animadores culturais, contação de histórias e exibição de filmes.

O cordel, que está presente todos os dias, tem neste sábado uma programação especial: o escritor feirense Franklin Maxado apresenta, às 10h, o ‘Cordel e a Feira VI – Conversando com o poeta’, abordando a resistência do cordel, seus desafios e transformações na atualidade.

O público também poderá assistir às apresentações da Filarmônica Ramo da Oliveira, do distrito de Oliveira dos Campinhos, município de Santo Amaro, e do Ballet da Escola de Dança da Fundação Cultural do Estado (Funceb), a partir das 14h.

A feira acontece na Praça João Barbosa de Carvalho, mais conhecida com Praça do Fórum.

Pesquisa diz que cânceres que reaparecem têm maior probabilidade de conter certos genes ou combinação de genes. Foto: Reprodução BBC Brasil

Pesquisa diz que cânceres que reaparecem têm maior probabilidade de conter certos genes ou combinação de genes. Foto: Reprodução BBC Brasil

Uma equipe de cientistas do Instituto Wellcome Trust Sanger de Cambridge, na Inglaterra, descobriu que os cânceres que reaparecem têm maior probabilidade de conter certos genes ou combinação de genes.

Segundo eles, a chave para o sucesso do tratamento está em atacar esses genes o mais cedo possível.

As conclusões do estudo estão sendo apresentadas no Congresso de Câncer Europeu em Viena, na Áustria.

Uma em cada cinco pessoas com câncer de mama voltam a ter a doença ─ ou no mesmo local do tumor original ou em outra parte do corpo.

No Brasil, o câncer de mama é o que mais mata mulheres. São cerca de 50 mil novos casos por ano e 10 mil mortes.

Lucy Yates, oncologista do Instituto Sanger de Cambridge, e sua equipe analisaram dados de tumores de 1 mil pacientes com câncer incluindo 161 pessoas cuja doença voltou ou se espalhou (metástase).

Quando compararam os tumores primários e secundários, eles constataram que diferenças genéticas e outras mutações presentes em cânceres secundários são relativamente pouco comuns em tumores diagnosticados pela primeira vez.

Yates diz que as conclusões sugerem que o complemento de genes de câncer em alguns cânceres primários podem torná-los mais propensos a reaparecer no futuro, enquanto genes de câncer adicionais adquiridos após o diagnóstico podem provocar a reincidência da doença.

Segundo ela, os médicos podem usar esse conhecimento para identificar pacientes com alto risco de reincidência de câncer e escolher o melhor tratamento para atacar mutações genéticas específicas.

Isso significa, segundo Yates, colher amostras do tecido do câncer para acompanhar como a doença está evoluindo e se modificando.

“Mais pesquisas são necessárias para validar essas descobertas em conjunto de dados muito maiores, mas acreditamos que no futuro será possível no momento do diagnóstico olhar para os genes do câncer de um indivíduo e determinar se a doença tem probabilidade de reaparecer no futuro e, nesse caso, escolher um tratamento personalizado para preveni-la”.

Segundo Peter Naredi, co-presidente do congresso, os resultados da pesquisa foram “muito importantes na era da medicina de precisão”.

“Esse estudo destaca que devemos considerar a reincidência do cancer como um novo evento e cuidadosamente escolher o melhor tratamento para um tumor recorrente em vez de apenas se fiar na informação da primeira ocorrência”.

Jorge Reis-Filho, do Memorial Sloan Kettering Cancer Centre em Nova York, nos Estados Unidos, afirmou que o estudo demonstra “a importância de analisar características genéticas de metástases quando se escolhe o tratamento”.

*BBC Brasil

Unit´