Estudantes que participaram do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) referentes ao Ensino Médio já podem acessar os resultados individuais pela internet com as informações de CPF e senha.  As notas foram disponibilizadas nesta segunda-feira (12) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O exame foi aplicado no dia 5 de agosto e teve mais de 1,6 milhão de inscritos. Dos inscritos para o Ensino Médio, mais de 570 mil fizeram as provas e 36% obtiveram a certificação completa nas quatro áreas de conhecimento. Os estudantes que obtiveram a nota mínima exigida em todas as quatro áreas de conhecimento e na redação devem se dirigir às Secretarias Estaduais de Educação e aos Institutos Federais de Educação Ciência e Tecnologia  para solicitar a certificação. Aqueles que obtiveram a nota mínima apenas em algumas áreas podem solicitar a declaração parcial de proficiência.


LEIA MAIS

O ministro extraordinário da equipe de transição, Onyx Lorenzoni, afirmou nesta segunda-feira (12) que o presidente eleito Jair Bolsonaro recebeu novas sugestões de mudanças na Previdência, mas a tendência é que o assunto só seja votado pelo Congressso Nacional a partir do próximo ano. A reforma é uma medida considerada prioritária pela equipe econômica do futuro governo, que será comandada por Paulo Guedes.

Confirmado como ministro-chefe da Casa Civil de Bolsonaro, Onyx concedeu uma coletiva de imprensa para atualizar as informações sobre os trabalhos de transição. Mais cedo, ele recebeu a visita do deputado federal Pauderney Avelino (DEM-AM), que estava acompanhado por assessores especializados em assuntos previdenciários.


LEIA MAIS

Ela tem a doença há cerca de 3 anos e já fez sessões de quimioterapia (Foto: Diego Jarschel)

A atriz Susana Vieira, 76 anos, enfrenta uma leucemia, câncer que atinge as células. Segundo a assessoria da atriz, ela tem a doença há cerca de 3 anos e já fez sessões de quimioterapia. A atriz tem se mantido afastada das novelas por conta da doença – seu último papel foi em “Os Dias Eram Assim”, do ano passado.

Segundo o colunista Leo Dias, do SBT, que noticiou primeiro a doença da atriz, Susana tem estado de saúde estável. Ela tem feito quimioterapia desde o início do ano, mas não tinha divulgado publicamente nada sobre a doença. A revelação pública aconteceu durante a gravação do quadro “Pizza do Faustão”, que vai ao ar somente em janeiro, na celebração dos 30 anos do Domingão na Globo. Estavam na gravação artistas como Tom Cavalcante, Christiane Torloni, Leandro Hassum, Deborah Secco e Paolla Oliveira.

Ele passou mal em sua casa em Los Angeles, nos EUA, e foi levado ao hospital, onde morreu. (Foto: Reprodução)

Stan Lee, roteirista e editor da Marvel Comics, morreu aos 95 anos. A filha de Lee confirmou a morte nesta segunda-feira (12). Ele passou mal em sua casa em Los Angeles, nos EUA, e foi levado ao hospital, onde morreu. Ele sofria de pneumonia e de problemas nos olhos.Stanley Martin Lieber nasceu em 1922, em Nova York, nos Estados Unidos. Ele começou a trabalhar com HQs, sob o pseudônimo de Stan Lee em 1939, contratado por John Goodman, fundador da Timely Publications e primo de sua mulher, Joan.

Stan Lee foi um dos nomes mais importante dos quadrinhos americanos ao criar super-heróis como Homem-Aranha, Thor, Hulk, X-Men, Pantera Negra, Homem de Ferro, Doutor Estranho e Demolidor. Roteirista e editor da Marvel, foi um dos responsáveis por transformar a empresa na maior editora de quadrinhos do mundo a partir de 1961.

Após a mudança do nome da editora, primeiro para Atlas Comics, e depois para Marvel Comics, Lee revolucionou o mercado de quadrinhos ao modernizar o gênero de heróis com criações para um público mais velho, como o lançamento de “Quarteto Fantástico”. Com dramas familiares e heroísmos que utilizavam elementos de ficção científica, as histórias ajudaram na fama de personagens mais complexos e realistas da Marvel em relação à sua principal concorrente, a DC.

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) vai julgar uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o governo do Estado e a Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) por causa de uma lei estadual que dá a servidores do estado preferência em caso de empate entre candidatos em concursos públicos estaduais.

A ADI 5776, que tem como relator o ministro Alexandre de Moraes, foi incluída na pauta de julgamento da Corte. No entanto, ela ainda não aparece entre os processos pautados para apreciação no plenário este mês. Em dezembro do ano passado, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, deu parecer pela inconstitucionalidade do artigo 14 do Estatuto do Servidor Público do Estado da Bahia, que fixou que a preferência na ordem de classificação de concursos públicos é de candidatos já pertencentes ao serviço público baiano.

Para ela, o dispositivo afronta os princípios republicanos da “igualdade, razoabilidade, da moralidade e da impessoalidade, todos inscritos na Constituição Federal”. Ainda segundo a chefe do Ministério Público Federal (MPF), o artigo é vantagem que favorece “apenas um grupo de candidatos”.

“Portanto, instituir privilégio em favor de quem ocupe cargo público milita contra dois dos objetivos da República Federativa do Brasil, o de construir sociedade justa e solidária e o de evitar qualquer forma de discriminação injustificada (art. 3, I e IV, da Constituição). Atribuir vantagens administrativas que desigualem cidadãos pelo fato de um deles ocupar cargo público é injusto e fomenta desigualdade, não a solidariedade entre os cidadãos que a Constituição almeja”, argumentou Dodge.

A AL-BA argumentou que a norma é legal, porque, ao prestigiar o candidato com maior tempo no serviço público do Estado, buscou-se aproveitar os conhecimentos técnicos e funcionais do funcionário, o que traz para ele vantagem em relação aos concorrentes, em caso de empate. Na mesma linha, o governo do Estado alegou que a norma é “produto de legítima discricionariedade administrativa”, ou seja, ato que está dentro das prerrogativas do Legislativo.

Por outro lado, a Advocacia-Geral da União também se manifestou pela inconstitucionalidade do artigo, dada a “inconstitucionalidade da fixação de critérios de distinção entre os candidatos que não sejam justificados pelo interesse público ou pela natureza e pelas atribuições do cargo a ser preenchido”. O Estatuto do Servidor Público do Estado da Bahia é de 26 de setembro de 1994.

 

*Bahia Notícias

Na noite de ontem (11), um casal, que teve as identidades preservadas, passou por momento de pânico nas mãos de um assaltante em Feira de Santana. A mulher de 38 anos foi abusada sexualmente e o homem foi agredido a coronhadas. Segundo informações da polícia, as vítimas estavam a bordo de um veículo quando o homem resolveu parar o carro próximo ao conjunto George Américo, para urinar. De repente, um bandido surgiu do mato e armado com um revólver, obrigou o casal a entrar no veículo e rodaram pela região, até um local não identificado pelas vítimas.

Ameaçados pelo bandido, a mulher foi estuprada e o marido levou várias coronhadas na cabeça. Ferido, o homem foi atendido no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), nesta segunda-feira (12). Não há informações sobre o estado de saúde da mulher. A polícia também não revelou se o bandido levou pertences das vítimas.

 

*Blog Central de Polícia

O gabarito oficial do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será divulgado na próxima quarta-feira (14) juntamente com os cadernos de questões. Já o resultado deverá ser divulgado até o dia 18 de janeiro de 2019. A nota do Enem pode ser usada para concorrer a vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) ou a bolsas em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

O objetivo do alerta, segundo a própria pasta, é evitar correria e longas filas em busca da imunização. (Foto: Reprodução)

O Ministério da Saúde emitiu, nesta segunda-feira (12), um alerta para que populações que moram em áreas onde há recomendação da vacina contra a febre amarela busquem a dose de forma antecipada, antes do período de maior transmissão da doença – entre dezembro e março. Localidades recém-afetadas pelo vírus e de grande contingente populacional, como as regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, de Minas Gerais e de São Paulo, permanecem com um quantitativo elevado de pessoas não imunizadas e em risco de adoecer.

“A doença tem alta letalidade, em torno de 40%, o que torna a situação mais grave”, destacou o ministério, em nota. O objetivo do alerta, segundo a própria pasta, é evitar correria e longas filas em busca da imunização. A cobertura vacinal para a febre amarela deve ser de, no mínimo, 95% da população.

A vacina é ofertada no Calendário Nacional de Vacinação e distribuída mensalmente aos estados. Em 2018, foram enviadas, de acordo com o ministério, 30 milhões de doses a todo o país. “Apesar dessa disponibilidade, há uma baixa procura da população pela vacinação. As pessoas devem tomar a dose pelo menos dez dias antes do deslocamento para as áreas recomendadas”, reforçou o ministério.

O público-alvo para vacinação contra febre amarela inclui pessoas a partir dos 9 meses de vida e que não tenham comprovação de vacinação. Desde abril de 2017, o Brasil adota o esquema de dose única da vacina, conforme recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS), respaldada em estudos que asseguram proteção por toda a vida.

Casos de racismo sofridos ou testemunhados em todo o estado da Bahia poderão ser denunciados ao Ministério Público estadual com mais agilidade e segurança pelo cidadão por meio do celular. No próximo dia 19, o MP baiano lança o aplicativo ‘Mapa do Racismo’, que a partir de então já estará disponível para qualquer cidadão que queira baixá-lo no seu aparelho telefônico móvel. O ‘Mapa’ é uma iniciativa do Grupo de Atuação Especial de Proteção dos Direitos Humanos e Combate à Discriminação (Gedhdis), coordenado pela promotora de Justiça Lívia Vaz, e do Centro de Apoio Operacional dos Direitos Humanos (Caodh), coordenado pela promotora de Justiça Márcia Teixeira.


LEIA MAIS

Dormir ajuda as crianças a controlar suas respostas emocionais (Foto: Reprodução/BBC)

Quando sua filha estava na pré-escola, Rebecca Spencer passou por algo comum a muitos pais, mães ou babás: o poder do cochilo. Sem ele, sua filha ficava cambaleante, mal-humorada ou ambos. Spencer, neurocientista especializada em sono da Universidade de Massachusetts Amherst, quis investigar a ciência por trás desta experiência pessoal.

“A observação de várias pessoas é que uma criança que não cochila fica emocionalmente desregulada”, ela disse. “O que nos levou a questionar: ‘o cochilo tem alguma função no processamento de emoções?'”.

Pesquisas já mostraram que, em geral, o sono nos ajuda a processar as emoções. Dormir tem um papel importante em decodificar informações baseadas nas experiências do dia, portanto, o sono é fundamental para preservar as memórias. E as memórias emocionais são únicas pela forma como ativam a amígdala, o centro emocional do cérebro.


LEIA MAIS

Unit´