Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso mostram primeira foto com o filho

Depois de informar nas redes sociais o nascimento de Zyan, Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso mostraram a primeira foto do pequeno. “Bem vindo meu amorzinho! Que a nossa jornada seja linda… porque EU TE AMO MUITO!!!”, escreveu Giovanna. “Bem-vindo à nossa família”, escreveu Bruno, com a hashtag #paide3.

O bebê nasceu de parto normal na última quarta-feira (8), às 23h25, no Rio de Janeiro. De acordo com informações da assessoria de imprensa do casal, Zyan pesa 2,9 quilos e mede 48 cm. “Eu não consigo explicar em palavras a emoção que sinto ao segurar o Zyan em meus braços e não vejo a hora de apresentá-los a seus irmãos que estão ansiosos para conhecê-lo”, disse na ocasião.

Por causa da pandemia de Covid-19, Giovanna não pôde receber visitas na maternidade. Durante o parto, foi acompanhada pelo o marido, Bruno Gagliasso. “O Zyan é lindo e chega rodeado de amor. Ele é uma alegria para nós e para Chissomo e Blessings, que viram seu crescimento na barriga da Gio com a mesma ansiedade que a minha”, comemorou o papai.

Para a Marie Claire maio/junho, Giovanna posou com seus filhos e disse que nunca quis ter filhos até encontrar seus dois, Titi e Bless. Aos 30 anos, no entanto, congelou óvulos. “Na época, eu e Bruno decidimos que não queríamos filhos biológicos, estávamos muito bem com a Titi. E que, se fôssemos ter outro filho, seria do coração também. Estávamos muito felizes com essa decisão. Só congelei porque pensei ‘vai que lá na frente mude de ideia’. A gravidez foi uma surpresa e uma loucura – o Bless tinha chegado havia apenas quatro meses. Estava me prevenindo, fazíamos tabelinha e, na semana que descobri a gravidez, iria a São Paulo colocar o DIU. Eu e Bruno ficamos assustados, meio sem reação, sem saber o que fazer”, contou a artista.

Ela também contou como Titi e Bless se sentiram ao saberem da gravidez: “Eles ficaram tão felizes! A Titi queria muito um irmão da barriga, sempre me pediu. Primeiro queria um irmão do coração, aí veio o Bless. Aí falava ‘agora quero um da barriga’ e eu respondia ‘da barriga acho que não vem, filhota’. A reação foi tão maravilhosa, principalmente da Titi, isso fez com que eu e o Bruno começássemos a curtir também. A gente tinha muito medo em relação aos nossos filhos – um filho da barriga implica ter um filho branco, e os meus são negros. E eles sabem que o novo bebê vai ser branco. Foi a Titi que nos falou: ‘Ele vai ser branquinho igual ao papai’. [Giovanna chora] Com a segurança que as crianças nos passaram, começamos a entender que cabe mais um filho, que o amor se multiplica, não se divide.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Fiocruz diz que é grande a chance de vacina da Covid ser descoberta em 2020

Pai diz que bebê morreu afogado em piscina após ele ser preso e obrigado a deixar filho só