Ação apreende quase meia tonelada de peixe pescado ilegalmente

Fiscalização, iniciada em 10 de julho, chegou ao fim nesta quinta-feira (21). Foto: Divulgação/Ibama.
Fiscalização, iniciada em 10 de julho, chegou ao fim nesta quinta-feira (21). Foto: Divulgação/Ibama.

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Fiscalização, iniciada em 10 de julho, chegou ao fim nesta quinta-feira (21). Foto: Divulgação/Ibama.
Fiscalização, iniciada em 10 de julho, chegou ao fim nesta quinta-feira (21). Foto: Divulgação/Ibama.

Uma operação realizada pelo Ibama, em conjunto com a Marinha, Cipe Caatinga e secretarias de Meio Ambiente de Sento Sé e Remanso, apreendeu cerca de 450kg de peixe e aproximadamente 18 mil metros de rede nos municípios de Sento Sé, Remanso, Casa Nova e Sobradinho. A ação começou no dia 10 de julho e foi encerrada nesta quinta-feira (21). Onze pessoas foram autuadas em flagrante por pesca e caça ilegal. As informações são do Ibama ao G1.

Conforme o engenheiro de pesca e analista ambiental do órgão, Wanderley Pinheiro, o material apreendido não atendia as normas para exercício da pesca. Entre os problemas apontados por ele estão o tamanho dos peixes, que não tinham peso adequado para captura, e as redes, que não seguiam o comprimento padrão. De acordo com o profissional, as multas aplicadas, somadas, podem chegar a R$ 18 mil.

Ainda conforme as informações de Pinheiro, os peixes apreendidos durante a operação foram doados a duas instituições sem fins lucrativos do município de Sento Sé, mediante autorização do Ministério Público. As redes irregulares foram incineradas.