NOTICIÁRIO POLICIAL

Acusado do assassinato de médico confessa que cometeu crime após 'sonho premonitório'

O médico Geraldo Freitas Júnior confessou para a polícia o assassinato do médico psiquiatra Andrade Santa Lopes, 32 anos, no segundo interrogatório prestado na quarta-feira (2), no interior do Conjunto Penal de Feira de Santana, onde se encontra preso.
De acordo com o delegado Roberto Leal, coordenador regional de Polícia Civil, o acusado alega que cometeu o crime após ser alertado por um familiar, que teria sonhado com sua morte, e que após esse ‘sonho premonitório’ ficou preocupado e viu mensagens de um desafeto no celular de Andrade.
Ainda em depoimento, disse que foi com a vítima até o rio e após pedir o celular para ver as mensagens houve um desentendimento, a arma disparou e o corpo teria afundado. Ele contou ainda que não tinha intenção de tirar a vida do psiquiatra, mas o delegado informa que os fatos apontam para um crime premeditado. Ouça o delegado

Compra da pistola
Segundo o delegado Roberto Leal, o acusado confirma que vendeu uma pistola para a vítima e só restava uma parcela e que a arma ainda estava em seu poder. Ouça mais detalhes

O delegado Roberto Leal informou que as investigações continuam e serão aprofundadas, ouvindo outras pessoas.
Relembre os fatos:
http://centraldepolicia.olabahia.com.br/2021/05/28/corpo-encontrado-no-rio-jacuipe-e-de-medico-que-estava-desaparecido/
http://centraldepolicia.olabahia.com.br/2021/05/28/policia-prende-suspeito-do-assassinato-de-medico/
Blog Central de Polícia, com informações de Sotero Filho e imagens reprodução.
 

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+

VOCÊ REPORTER | FALE CONOSCO | ANUNCIE CONOSCO