Adolescente que matou criança em assalto confessa outro latrocínio

Vítima estava acompanhada do pai quando foi
espancada por assaltantes na Bahia (Foto: Arquivo
Pessoal)
Vítima estava acompanhada do pai quando foi espancada por assaltantes na Bahia (Foto: Arquivo Pessoal)

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Vítima estava acompanhada do pai quando foi espancada por assaltantes na Bahia (Foto: Arquivo Pessoal)
Vítima estava acompanhada do pai quando foi
espancada por assaltantes na Bahia (Foto: Arquivo
Pessoal)

Um dos adolescentes envolvidos na morte de uma criança de oito anos, durante um assalto no sul da Bahia, confessou à polícia ter matado um idoso há três meses também em um crime de latrocínio (roubo seguido de morte). A informação foi divulgada ao G1 na noite de ontem (23), pela delegada Rosângela Santos, que investiga o caso. O crime teria ocorrido no distrito de Caravelas, no município de Caravelas. O menino morto foi sepultado no final da tarde de ontem, no município de Teixeira de Freitas, sob forte comoção. O pai dele, que também foi agredido, segue internado em estado grave.

Rosângela detalha que pediu a internação dos dois jovens, que serão apresentados ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) na segunda-feira (25). Eles seguem na delegacia de Teixeira de Freitas, em uma sala especial para custódia de menores.

Por meio de nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) detalhou que adolescentes apreendidos confessaram o crime e disseram à polícia que não sabiam que a vítima era uma criança.
“Um deles chegou a dizer que o uso o capacete não possibilitou visualizar que entre elas [as vítimas] estava uma criança”, descreveu a SSP o relato do comandante da Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE / Mata Atlântica), major Ronivaldo Pontes.