Aguinaldo Silva cumpre promessa de ficar nu após Emmy

"Assim que saiu o resultado, fui para o meu quarto, tirei a roupa, fiquei pelado e coloquei meu pijama. Cumpri minha promessa!", escreveu. (Foto: Divulgação/Globo)

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
"Assim que saiu o resultado, fui para o meu quarto, tirei a roupa, fiquei pelado e coloquei meu pijama. Cumpri minha promessa!", escreveu. (Foto: Divulgação/Globo)
“Assim que saiu o resultado, fui para o meu quarto, tirei a roupa, fiquei pelado e coloquei meu pijama. Cumpri minha promessa!”, disse. (Foto: Divulgação/Globo)

O autor da novela “Império”, Aguinaldo Silva, prometeu ficar pelado caso a novela vencesse o prêmio Emmy Internacional de Melhor Novela.O troféu veio e ele mostrou ser um homem de palavra e cumpriu o que disse. Mas não da forma que todo mundo esperava! “Assim que saiu o resultado, fui para o meu quarto, tirei a roupa, fiquei pelado e coloquei meu pijama. Cumpri minha promessa! Não disse o local onde faria isso ou que seria em público”, diverte-se Aguinaldo. “Aquilo foi uma brincadeira. Hoje em dia, evito ficar pelado até diante do espelho”, conta, rindo.

Sobre a vitória, o autor está em êxtase. “Estou muito feliz! A novela toda funcionou e isso não é mérito só meu e, sim, de toda a equipe. ‘Império’ merecia esse prêmio. Não tivemos nenhum problema que fizesse cair a qualidade”, comenta. Vale lembrar que, durante a exibição da novela, Drica Moraes precisou deixar o elenco por motivos de saúde. Ela interpretava a vilã Cora e acabou sendo substituída no meio da história por Marjorie Estiano, que havia dado vida à personagem na primeira fase. Como o perfil de Cora mudou um pouco, Aguinaldo precisou criar um novo antagonista forte e assim surgiu o misterioso Fabrício Melgaço, a pedra no sapato de Comendador José Alfredo (Alexandre Nero). A identidade do vilão só foi revelada nos últimos capítulos. O rival do homem de preto era justamente seu filho mais velho, José Pedro (Caio Blat).

O diretor Rogério Gomes festeja o Emmy para 'Império' com parte do elenco (Foto: Globo/ Luiz C. Ribeiro)
O diretor Rogério Gomes festeja o Emmy para ‘Império’ com parte do elenco (Foto: Globo/ Luiz C. Ribeiro)

Aguinaldo Silva não foi a Nova York acompanhar a vitória de “Império” no Emmy Internacional devido a compromissos profissionais já marcados no Brasil. “Estava em casa acompanhando tudo pelo Twitter. Quando fui ao banheiro, entrou o tweet da vitória! Brincadeira, né? Justamente nessa hora (risos)! Mas o importante é que ganhou”, brinca o autor. Além do troféu de Melhor Novela para “Império”, o seriado “Doce de Mãe” também levou o Emmy Internacional de Melhor Comédia. “Império” foi a sexta novela da Globo a ser premiada. Antes dela, “Joia Rara” (2014), “Lado a Lado” (2013), “O Astro” (2012), “Laços de Sangue” (2011, numa coprodução com a emissora portuguesa SIC) e “Caminho das Índias” (2009) foram contempladas com “Oscar da Televisão”.