Entroncamento rodoviário de Feira será discutido

Carlos Bonini concedeu entrevista nesta sexta-feira 913). Foto: camaravc.ba.gov.br

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Carlos Bonini concedeu entrevista nesta sexta-feira 913). Foto: camaravc.ba.gov.br
Carlos Bonini concedeu entrevista nesta sexta-feira (13). Foto: camaravc.ba.gov.br.

O diretor da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Luiz Fernando Castilho, vai estar em Feira de Santana no próximo dia 26 de novembro para discutir sobre as ações desenvolvidas na malha rodoviária que envolve a cidade. A informação foi passada pelo gerente de Relacionamento da ViaBahia, Carlos Bonini, em entrevista ao Jornal Transamérica, no município feirense, nesta sexta-feira (13).

Na pauta da visita a Feira de Santana está um encontro entre o representante da ANTT e moradores do Conjunto Viveiros, que se sentem prejudicados com o fechamento do acesso do local ao Conjunto Feira X. Os moradores querem a construção de passarela e rotatória, para evitar que eles percorram cerca de sete quilômetros para fazer o retorno de carro e evite que eles façam travessias perigosas a pé, situações ocasionadas após a duplicação do trecho Sul do Anel de Contorno.

Durante o Jornal Transamérica, Carlos Bonini esclareceu diversos questionamentos feitos pela equipe do programa e pelos ouvintes. Veja os temas abordados.

Radares.

“Esses equipamentos estão funcionando em fase de teste. Acredito que ainda neste ano os radares comecem a autuar. Avisaremos com antecedência. É bom lembrar que as multas não são da ViaBahia. Por obrigação contratual, temos que fornecer esses equipamentos para a Polícia Rodoviária Federal, que recebe os valores das multas junto com o Governo Federal”, pontua o representante da ViaBahia.

Cabines telefônicas ao logo das rodovias.

“Conversando com a ANTT, essa obrigação saiu do nosso contrato. A ViaBahia substituiu a instalação dos telefones por quase 300 novas câmeras de alta definição para videomonitoramento. Já temos mais de 200 câmeras. Hoje quase 30% do nosso atendimento operacional ocorre através da nossa Central de Controle”, declara Carlos Bonini.

Viaduto da Estrada do Feijão.

“Estamos recuperando todas as pontes e viadutos das BR’s 116 Sul e 324. A maioria desses dispositivos estava com a vida útil vencida. Acredito que até o fim desse ano nós concluiremos a obra no viaduto da Estrada do Feijão”, frisa.

Realização de obras.

“Muitas obras estão sendo realizadas à noite, para impactar menos no tráfego”, afirma.

Anel de Contorno em Feira de Santana

Rotatória no viaduto no bairro 35º BI.

“Essa obra não estava previsto no nosso contrato. Os custos foram pagos pela ViaBahia. Conversamos com a Prefeitura Municipal de Feira de Santana e solicitamos que seus representantes escolhessem como queriam a obra. Eles escolheram a rotatória. Vamos ver se podemos melhorar esse trecho”, pontua.

Ligação entre os conjuntos Viveiros e Feira X.

“Há um tempo fizemos um estudo sobre esse trecho e levamos à ANTT. Ela jugou que não seria possível, naquele momento, autorizar uma obra de ligação dos dois conjuntos, pois a ViaBahia faz obras rodoviárias. Todo e qualquer dispositivo deve privilegiar também o usuário de longa distância da rodovia. Fazer essa obra requer um reequilíbrio no contrato, que ocorre da seguinte forma: fazemos o estudo, elaboramos o projeto e levamos para avaliação da ANTT. É feito um orçamento e na tarifa de pedágio do local é embutido o valor da obra. É assim que se faz. Não há possibilidade que a ViaBahia faça essa obra com dinheiro do próprio bolso, pois ela custa alguns milhões. No nosso contrato estava prevista apenas a construção de um viaduto, que foi o que fizemos no 35º BI, ligando as vias Senador Quintino e Olney São Paulo, que são muito importantes”, declara.

Duplicação do trecho Norte do Anel de Contorno.

“A ViaBahia e responsável pela duplicação trecho Sul. O trecho Norte é de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit)”, frisa.

BR-324

Retornos no município de Amélia Rodrigues.

“No nosso contrato não estava prevista a construção de viaduto para atender a população de Amélia Rodrigues, mas iremos fazer esse viaduto no sentido Salvador. Estamos em fase de elaboração do projeto executivo. Já está aprovado pela ANTT. Em breve iniciaremos a obra. No sentido Feira de Santana, para quem mora no bairro 115, estamos estudando a situação e entrando com pedido junto a ANTT também para essa obra”, afirma.

Passarela no Posto São Luiz, região de Conceição do Jacuípe.

“Recebemos o ofício da população pedindo essa passarela. Estamos encaminhando essa solicitação para a ANTT. Ela autoriza o estudo, nós fazemos e encaminhamos para lá. Esse processo está andando”, pontua.

BR-116 SUL

Duplicação na região do Rio Paraguaçu.

“Já foram retomadas as obras dos 12 quilômetros restantes, que estavam paradas por algum tipo de interferência, a exemplo de negociação com a comunidade. No total, são cerca de 80 km de duplicação. Temos até o primeiro semestre de 2016 para finalizarmos esse serviço”, declara.

Passarela no distrito de Ipuaçu, em Feira de Santana.

“A obra já foi contratada. Já estamos fazendo a fundação. Quem passar por lá hoje vai ver as equipes trabalhando”, frisa.

Obras na região do Alphaville, em Feira de Santana.

“A ViaBahia não faz e não fará obra para particulares ou empreendimentos imobiliários. A única coisa que os representantes do Alphaville nos solicitaram foi a permissão para fazer a obra. Eles foram à ANTT com o pedido e projeto que eles fizeram. E a ANTT autorizou. Vamos fiscalizar para que não interfira no tráfego dos nossos usuários”, afirma.

Passarela próxima ao Rio Jacuípe, em Feira de Santana.

“Todas as passarelas são feitas sob estudos de acidentes e atropelamentos. Aquele local tinha um alto índice dessas situações. Vamos estudar onde não tem passarela e há necessidade”, pontua.

Acesso ao município de Antônio Cardoso.

“Vamos construir um viaduto. Essa obra está junta com o término da duplicação da BR-116, que deve ficar pronta até o meio do ano que vem”, declara.

Entrada do município de Santo Estêvão.

“Estamos terminado o viaduto e já tem paisagismo contratado para embelezar a entrada da cidade”, frisa

O usuário que precisar de informações ou serviços da ViaBahia pode ligar para os números 0800 6000 116, para quem trafega pela BR-116 Sul, e 0800 6000 324, para quem trafega pela BR-324. O serviço é gratuito e disponibilizado 24 horas por dia, todos os dias da semana.