Suspensa venda de produto chinês para impotência

De acordo com a Anvisa,”o item faz divulgações irregulares, alegando propriedades não aprovadas”. Foto: Reprodução/Punto Seis
De acordo com a Anvisa,”o item faz divulgações irregulares, alegando propriedades não aprovadas”. Foto: Reprodução/Punto Seis

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
De acordo com a Anvisa,”o item faz divulgações irregulares, alegando propriedades não aprovadas”. Foto: Reprodução/Punto Seis
De acordo com a Anvisa,”o item faz divulgações irregulares, alegando propriedades não aprovadas”. Foto: Reprodução/Punto Seis

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu a comercialização, a distribuição, a publicidade e o uso do produto Huang He-Vigor Viril – Totalmente Natural, do Laboratório Li Feng S.R.L.

Segundo a Anvisa, o produto não tem registro, notificação ou cadastro. “Comercializado por meio da internet pela empresa Mais Viril Com. e Representações, o item faz divulgações irregulares, alegando propriedades não aprovadas.”

Ainda de acordo com a agência, foi constatada a presença da substância aminotadafilo, derivada de fármacos usados para disfunção erétil. Com a suspensão, a empresa deve promover o recolhimento de todo o estoque existente no mercado.

A Mais Viril Com. e Representações informou que uma empresa terceirizada estava montando um site para a venda do produto, mas que nenhum lote chegou a ser importado ou distribuído no país. O endereço eletrônico, entretanto, permaneceu funcionando e foi alvo de vistoria.

*Agência Brasil