Apesar da pandemia, Câmara de Vereadores de Mata de São João nomeia novos comissionados com “supersalários”

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

A pandemia do novo Coronavírus parece não ter afetado as contas da Câmara de Vereadores de Mata de São João. Em um levantamento feito entre as publicações oficiais da Casa, foi identificado um acréscimo de R$ 31 mil em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Esse acréscimo, conforme apurado, foi em razão da nomeação de pelo menos cinco novos cargos comissionados. Até o mês de fevereiro, o presidente da Câmara, vereador Edinaldo Santana (Neném de Dadinho, DEM), nomeou três novos assessores especiais, com salário de R$ 6 mil, cada, e uma nova diretoria legislativa, com remuneração de R$ 11.500,00.

O levantamento levou em consideração, inicialmente, o mês de fevereiro de 2021 e 2020. Ano passado, segundo apurou o site Olá Bahia, a Câmara de Vereadores gastou com a remuneração de servidores o valor de R$ R$ 509.226,54.

COMPARAÇÃO

Em comparação ao mesmo mês do ano de 2020, o aumento dos gastos é R$ 31.117,55. Por enquanto, ainda não análise referente aos meses de março e abril deste ano em comparação ao ano de 2020.

Ano passado, foi nomeado apenas um assessor especial. Não houve nomeação de diretor legislativo. A Câmara de Vereadores de Mata de São João conta com 13 vereadores. O orçamento aprovado para este ano é de mais de R$ 11 milhões (Duodécimo previsto na LOA: R$ 11.300.000,00).

O site Olá Bahia não conseguiu contato com a assessoria da Câmara de Vereadores de Mata de São João nem mesmo com o seu presidente, vereador Neném de Dadinho, para que comentassem os dados.