Após prefeitura decretar situação de emergência, vereador governista sugere cancelamento da Micareta

ec61b1fe-e8e1-4363-a70e-2f4d1d46edaa-1-1536x774

Um dia após a Prefeitura de Feira de Santana decretar situação de emergência devido às fortes chuvas que voltaram a cair essa semana na cidade, o vereador Pedro Américo (União Brasil) sugeriu, nesta quinta-feira, 22, o cancelamento da Micareta deste ano.

Embora reconheça a importância da festa, que está prevista para acontecer entre os dias 18 e 21 de abril, com o arrastão na segunda-feira, 22, o parlamentar considera que o município deve priorizar as obras de manutenção nas redes de drenagem.

“Eu entendo que a Micareta é um evento importante, mas acho que tem que ter coerência no gasto do recurso público. Se a Prefeitura mostra que é preciso contrair empréstimo para resolver a situação da drenagem que, inclusive, sou favorável, a gente vai gastar recurso na Micareta? É muito melhor para a população evitar esses danos do que ter uma festa”, avaliou.

Por outro lado, Pedro Américo, que é da base governista do prefeito Colbert Martins Filho (MDB) na Câmara, disse que “se a Prefeitura mostrar que tem recursos próprios para fazer as obras de drenagem e a Micareta”, deverá executá-las. “Tem para fazer as duas coisas? Ótimo! Mas se não, prioriza aquilo que é mais grave e, neste momento, é a infraestrutura da rede de drenagem, que é a mesma há mais de 40 anos”, afirmou.

Altos Papos

Outras Notícias