Arraía de Santana acontece amanhã e domingo

Serão avaliados o melhor marcador, musicalidade, coreografia, conjunto e o tema apresentado. (Foto: Reprodução / Secom)
Serão avaliados o melhor marcador, musicalidade, coreografia, conjunto e o tema apresentado. (Foto: Reprodução / Secom)

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
 Serão avaliados o melhor marcador, musicalidade, coreografia, conjunto e o tema apresentado. (Foto: Reprodução / Secom)
Serão avaliados o melhor marcador, musicalidade, coreografia, conjunto e o tema apresentado. (Foto: Reprodução / Secom)

Amanhã (9) e domingo (10) será realizada a 33ª edição do Concurso de Quadrilhas Juninas de Feira de Santana – Região Centro Norte Baiana – contando com a participação de 30 quadrilhas da região. Serão avaliados o melhor marcador, musicalidade, coreografia, conjunto e o tema apresentado. “Onde tem quadrilha junina, tem público”, afirma a presidente da Associação dos Quadrilheiros Juninos de Feira de Santana, Vilma Soares.

No primeiro dia, o concurso está previsto para começar às 14h. É quando vão se apresentar as quadrilhas tradicionais, entre elas, Arraiá da Juventude (distrito de São José), Forró da Alegria (distrito da Matinha), República Caipira (bairro Tomba), República do Forró (bairro Queimadinha), Facho Fogo (conjunto George Américo) e Princesa do Sertão (bairro Chácara São Cosme).

Já no segundo dia, a partir das 15h, vão se apresentar 14 quadrilhas de Salvador e de outras cidades baianas, que concorrerão como estilizadas. Entre as participantes, Capelinha do Forró, Asa Branca, Forró do Sítio e Forró do ABC. A entrada será 400g de leite em pó.

O tempo para cada apresentação pode chegar a 40 minutos. Segundo Vilma Soares, as quadrilhas que obtém a melhor pontuação entre os jurados ganham prêmios em dinheiro e também troféu. Ela afirma que o evento é uma forma de manter a tradição e de valorizar a cultura nordestina. “O maior símbolo dos festejos juninos são as quadrilhas. Onde tem quadrilha, tem público”, considera. Os integrantes, geralmente, são jovens que residem em bairros mais carentes. “Além de ter um reconhecimento cultural, as quadrilhas juninas desenvolvem um trabalho social”, acrescenta. O Arraiá de Santana faz parte do calendário de festejos populares do município.