Bahia sofre, mas vence o Tremendão e volta ao G4 do Campeonato Baiano

Foto: Adilton Venegeroles/ Ag. A Tarde

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

Em jogo de nível amador e com lances dignos de um baba daqueles bem fuleiros, o Bahia venceu, neste domingo, 18, o Bahia de Feira, em Pituaçu, por 1 a 0, com gol do atacante Marcelo Ryan, e finalmente conseguiu voltar para o G4 do Campeonato Baiano, somando agora 12 pontos. Já o Temendão se manteve na terceira colocação, com os mesmo 12 pontos, mas com um saldo de gol melhor (2 a 1).

Pelo Baianão, o Tricolor da capital só volta a campo no dia 28 deste mês, quando encara a Jacuipense.

Faltou mira

Mais organizado do que nas últimas partidas, o time do Bahia tentou tomar as rédeas da partida contra o Bahia de Feira desde o minuto. A equipe comandada por Cláudio Prates conseguiu se manter no setor ofensivo na maior parte do duelo e pouco sofreu defensivamente. Por outro lado, o bom volume de jogo não foi sinônimo de gol. Com a mira descalibrada, o Tricolor pouco acertou o gol e praticamente não assustou o goleiro adversário Jean.

O Esquadrão tentou abrir o placar logo no primeiro minuto de jogo. Bruno Camilo lançou na área e Ignácio, livre, testou para fora. E bola fora foi o que não faltou. Gustavo, Marcelo Ryan, Felipinho… Todos tiveram chances de abrir o placar e desperdiçaram.

O lance que melhor representou a incompetência nas finalizações do Bahia foi aos 44 minutos, quando o Tremendão já estava com um jogador a menos – Hugo Freitas foi expulso após receber o segundo amarelo. Gustavo fez boa jogada pela direita e deu passe açucarado para Daniel Penha que, dentro da pequena e de cara com o goleiro, tentou chutar de primeira e errou feio.

Do lado do time de Feira de Santana, o único lance de perigo foi numa testada de Deon para fora, aos 34 minutos.

Gol do alívio

Mesmo com um jogador a mais durante todo o segundo tempo, o Bahia teve muita dificuldade para ameaçar o gol do Tremendão. Sem criatividade, o time de Claudinho Prates arriscava chutes de média distância e muitos cruzamentos.

O Tricolor da capital chegou a assustar aos oito minutos, quando Raniele chutou de longe, Jean bateu roupa e largou nos pés de Marcelo Ryan, que mesmo com goleiro caído, perdeu um gol inacreditável.

Depois do lance medonho, o Bahia se abateu e só voltou a assustar aos 37 minutos, quando o mesmo Marcelo Ryan antecipou cruzamento no primeiro pau e abriu o placar para o Esquadrão.

Feminino

O time feminino do Bahia estreou ontem na Série A do Campeonato Brasileiro, e ficou no empate sem gols com o Botafogo-RJ, no Engenhão.

Fonte: A Tarde