Catraca com reconhecimento facial e posto da Polícia Civil

img_0365-2-1

Maior hospital público do interior da Bahia, o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), em Feira de Santana, passará a contar, nos próximos dias, com catraca inteligente com reconhecimento facial e um posto da Polícia Civil. A novidade foi anunciada, em primeira mão, a diretora-geral do hospital, Cristiana França.

A medida, segundo ela, visa garantir a segurança e a integridade física dos pacientes, acompanhantes e funcionários, além dos equipamentos de alto custo na unidade.

“Nós já instalamos 40 câmeras pelo hospital e, nos próximos dias, vamos colocar a catraca eletrônica. Todos os funcionários e acompanhantes de pacientes que adentrarem no hospital terão que fazer a ficha na recepção e a foto será projetada para liberar ou não a entrada. Já a questão do posto da Polícia Civil, assim como o posto da Polícia Militar que funciona lá, foi um acerto com a Secretaria de Segurança Pública para tornar o hospital cada vez mais seguro. Muita gente chega exaltada no Clériston, principalmente os acompanhantes que querem notícias ou mesmo serem atendidos de qualquer jeito. Outra coisa é que lá dentro, tem equipamentos extremamente caros de até R$ 4 milhões, porque as especialidades que atendem ali são de alta complexidade, a exemplo da neurocirurgia e do centro de hemorragia digestiva”, explicou Cristiana França.

Outras Notícias