Coletiva de Imprensa destaca sucesso nas operações de segurança do Carnaval de Salvador

Foto: Elias Lúcio
Foto: Elias Lúcio

No último dia de Carnaval em Salvador, durante o arrastão da quarta-feira de cinzas, foi realizada uma coletiva de imprensa no Camarote da Polícia Militar, localizado no circuito Barra/Ondina. Membros da segurança pública, incluindo o Secretário de Segurança Pública Marcelo Werner, compartilharam avaliações sobre o intenso trabalho realizado durante a festividade, destacando o acompanhamento diário da rotina do Carnaval.

Ao final do evento, o Secretário expressou sua satisfação com o saldo extremamente positivo do Carnaval, caracterizado como o maior de todos os tempos. Ele ressaltou a presença de 37 mil policiais e bombeiros nas ruas, bem como a aplicação de tecnologia, incluindo o reconhecimento facial que alcançou 36 pessoas. Mais de 7.500 materiais foram apreendidos nos 43 portais, predominantemente facas e tesouras, junto com a apreensão de drogas.

Questionado sobre os incidentes de estupro, o Secretário enfatizou a prioridade dada ao apoio à vítima e à sua família, com a rede já acionada para prestar assistência. As investigações estão sendo conduzidas pela Polícia Civil, e, devido à sensibilidade do caso, os detalhes não foram divulgados, uma vez que o processo está em sigilo de justiça.

Sobre a apreensão de armas, foi destacado que 7.500 armas brancas foram confiscadas nos portais durante o Carnaval. O Secretário ressaltou a continuidade das operações ordinárias, destacando a apreensão de 12 fuzis ao longo do ano na Bahia, resultado das ações da Força de Segurança.

Um ponto positivo mencionado foi a ausência de mortes no circuito, com uma tentativa que foi evitada graças ao rápido acionamento das forças de segurança. O Secretário comemorou esse dado e informou sobre a alta do paciente envolvido na ocorrência, que recebeu assistência no Hospital Geral do Estado.

Quando questionado sobre a Micareta de Feira, o Secretário confirmou a presença e mencionou que o planejamento já está finalizado, com ajustes a serem feitos com base nas experiências do Carnaval em Salvador. Ele destacou o compromisso de proporcionar a maior Micareta e uma atuação robusta das forças de segurança.

POLICIA MILITAR 

Foto: Elias Lúcio

O Comandante do CPRL Leste, Coronel Lopes, Maria Quitéria, avaliou positivamente o trabalho realizado durante o Carnaval. Ele compartilhou detalhes sobre a atuação no Circuito Barra/Ondina, onde comandou as operações na sexta, domingo e terça-feira, destacando a tranquilidade do evento. O CPRL Leste contribuiu com 660 homens diariamente para reforçar o policiamento na capital.

Quando questionado sobre a violência durante o Carnaval, o Coronel Lopes afirmou que números comprovam a eficácia das forças de segurança. Ele elogiou o desempenho conjunto da Polícia Militar, Polícia Civil e demais órgãos de segurança pública, afirmando que o controle efetivo resultou em um clima de paz em Salvador durante o Carnaval.

Sobre o caso de estupro coletivo, o Comandante, que estava de plantão no dia, explicou que a Polícia Civil está conduzindo as investigações e utilizando a inteligência policial para identificar os responsáveis pelo crime. Ele destacou o empenho das autoridades na apuração desse incidente grave.

Ao ser questionado sobre o que aprendeu durante o Carnaval de Salvador e se levaria alguma novidade para a segurança da Micareta de Feira de Santana, Coronel Lopes afirmou que a experiência adquirida será utilizada para melhorar o planejamento da festa em Feira de Santana. Ele expressou o compromisso de proporcionar um evento tranquilo e seguro, oferecendo paz e qualidade na segurança pública para o povo da cidade.

POLICIA CIVIL 

Foto: Elias Lúcio

Eloisa Brito, delegada da Polícia Civil, compartilha sua visão sobre o Carnaval, destacando-o como um sucesso para a Polícia Civil e a Segurança Pública de modo geral. Ela ressalta a magnitude do evento, elogiando o trabalho conjunto de todas as forças de segurança e a coordenação do Secretário Marcelo Werner, que resultou na redução significativa dos principais índices criminais. Eloisa destaca o investimento do governo estadual e a preocupação com a segurança durante o evento, evidenciando a eficácia do planejamento.

A delegada informa que, ao final do Carnaval, houve uma redução de mais de 20% nos crimes de roubo, ausência de crimes contra a vida e redução nas tentativas de homicídio, demonstrando a efetividade do planejamento estratégico.

No tocante aos crimes contra as mulheres, Eloisa lamenta o registro de dois casos no circuito deste ano, em comparação com um caso no ano anterior. Ela expressa sua indignação diante desse tipo de crime, especialmente por ser mulher. Apesar dos esforços preventivos, ela enfatiza a importância das investigações criminais para identificar e prender os responsáveis o mais rápido possível.

Com informações: Elias Lúcio

Por: Mayara Silva

 

Outras Notícias