Com uma medalha de prata, Rayssa Leal se torna medalhista mais jovem do Brasil

Foto: Wander Roberto/COB
Foto: Wander Roberto/COB

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

A atleta Rayssa Leal, de Imperatriz, no Maranhão, se tornou, aos 13 anos, a medalhista mais jovem da história do Brasil. A atleta conquistou a prata e garantiu a segunda medalha para o skate street nas Olimpíadas de Tóquio, repetindo o resultado de Kelvin Hoefler no domingo.

Antes da medalha de Rayssa, o recorde era de Rosângela Santos, bronze em Pequim 2008 com 17 anos no 4x100m do atletismo. Fadinha, como já ficou conhecida, é, também, a mais jovem brasileira a participar dos Jogos. A marca anterior era de Talita Rodrigues, nadadora que foi finalista no 4x100m livre em 1948, nos Jogos de Londres. Na ocasião, tinha 13 anos e 347 dias. A maranhense do skate tem 13 anos, 203 dias.

O pódio com as três melhores do skate feminino foi completado pela japonesa Momiji Nishiya, também de 13 anos, cinco meses mais velha que Rayssa, que ficou com o ouro. A skatista somou 15,26 na final, à frente dos 14,64 da brasileira. A também japonesa Funa Nakayama levou o bronze, com 14,49.

Fonte: Metro 1