Contas da DIREC são rejeitadas pelo TCE

A Direc 7 ainda deverá pagar multa no valor de R$ 3 mil.     (Foto: Reprodução / Blog do Anderson)
A Direc 7 ainda deverá pagar multa no valor de R$ 3 mil. (Foto: Reprodução / Blog do Anderson)

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
A Direc 7 ainda deverá pagar multa no valor de R$ 3 mil.     (Foto: Reprodução / Blog do Anderson)
A Direc 7 ainda deverá pagar multa no valor de R$ 3 mil. (Foto: Reprodução / Blog do Anderson)

Em sessão plenária, o Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE) desaprovou as contas da Diretoria Regional de Educação de Itabuna (Direc 7), de responsabilidade da gestora Rita de Cássia Dantas Guimarães, e aplicado multa no valor de R$ 3 mil. A desaprovação foi resultado da constatação, pelos auditores do Tribunal, da ocorrência de diversas e graves irregularidades no período de 30 de janeiro a 31 de dezembro de 2012.

Observa-se que seguindo as recomendações dos órgãos técnicos, as contas da Direc 7, referentes ao período de 1º a 29 de janeiro do mesmo ano, tendo como gestora Miralva Moitinho Sousa, foram aprovadas. Desta forma, o TCE decidiu encaminhar recomendações à atual gestão da Direc e à Secretaria Estadual de Educação para a adoção de providências que evitem repetir as irregularidades encontradas.

Na mesma sessão, os conselheiros aprovaram com ressalvas as contas de administrador da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), referentes ao ano de 2013, tendo como responsável o então reitor José Carlos Barreto de Santana, que foi multado em R$ 1 mil.