Coronel López anuncia medidas para conter onda de homicídios em Feira de Santana

777

Em meio à onda de homicídios registrados em Feira de Santana, considerada a 9ª cidade mais violenta do mundo, o Coronel Antônio López, comandante do CPRL, destacou as ações recentes realizadas para conter a violência no município e assegurou que as forças de segurança estão atentas e reforçando o policiamento.

“De uma hora para outra, nós tivemos a situação de Queimadinha e Rua Nova. Prontamente fizemos contato com o doutor yves e direcionamos nossos policiais para esses locais, onde apreendemos diversas armas, incluindo uma submetralhadora”, afirmou o Coronel.

Coronel Lopes também destacou o trabalho conjunto das forças policiais para trazer paz à região. “Conseguimos através do comandante geral, do secretário reforçar o policiamento, trouxemos o GRAE para cá, o Batalhão de Choque, a ICIP, a especializada para fortalecer o policiamento aqui em Feira de Santana”, destacou.

Sobre a transferência de líderes de facções criminosas para Serrinha, o Coronel expressou confiança de que isso poderá amenizar a situação de homicídios na cidade. “Eles não terão comunicação nenhuma lá no local com controle bem maior que os nossos presídios normais. Acreditamos que isso contribuirá para reduzir os homicídios na cidade”

Quanto aos recentes homicídios, o Coronel indicou que acredita em mandantes por trás dos eventos. “Isso foi orquestrado, não foi por um acaso, esses homicídios. Onde esse pessoal, os que morreram, todos fazem parte de uma organização criminosa, onde os rivais tentaram invadir essa área onde eles predominam.”

Coronel assegurou que as forças de segurança estão atentas e reforçando o policiamento. “Ontem no domingo nós reforçamos nosso policiamento, não só na rua Nova, em Queimadinha, em Conceição, nós colocamos nossos policiais para trabalhar juntamente com o pessoal da civil também que estão trabalhando. Então a população pode ficar despreocupada, que nós estamos atentos, estamos compromissados em oferecer uma segurança de qualidade.”

Com informações: Carlos Valadares

Por: Mayara Silva

Outras Notícias