Deputados querem que governo devolva dinheiro da vistoria veicular

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Herzem Gusmão e Aleluia pretendem entrar com ação após decisão do STF (Foto: Reprodução)
Herzem Gusmão e Aleluia pretendem entrar com ação após decisão do STF (Foto: Reprodução)

Através de uma ação conjunta Herzem Gusmão, deputado estadual (PMDB), e José Carlos Aleluia, deputado federal (DEM),  querem que o governo baiano reembolse todos os proprietários de veículos que pagaram pela vistoria veicular periódica para a realização do licenciamento anual, após a portaria do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) estabelecer a suspensão da vistoria. “Há alguns meses denunciei na Assembleia este escândalo e pedi a suspensão da cobrança. A bancada de oposição encampou a minha luta e fomos até o Tribunal de Justiça pedindo para o governo cessar imediatamente esta imoralidade”, disse Herzem Gusmão.

De acordo com o deputado, assim que o Supremo Tribunal Federal (STF) publicar o acórdão, considerando inconstitucional a portaria do Detran-BA, a ação pedindo o ressarcimento será encaminhada à Justiça. A Advocacia Geral da União (AGU) e Procuradoria Geral da República (PGR) já deram pareceres favoráveis à inconstitucionalidade da medida. “O governador poderia ter mandado suspender a cobrança assim que fiz a denúncia na Assembleia, mas preferiu deixar os motoristas arcando com mais este absurdo. Quem pagou tem de receber, não tem outra alternativa”, finalizou Herzem Gusmão.