Dez presos usam macaco hidráulico e fogem da delegacia de Brumado

5

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Presos usaram cordas feitas com lençóis para fugir. Foto: Divulgação/Polícia Civil.
Presos usaram cordas feitas com lençóis (terezas) para fugir. Foto: Divulgação/Polícia Civil.

Dez presos fugiram da carceragem da Delegacia de Brumado, na noite desta terça-feira (19). Conforme o delegado plantonista Fábio Lago ao G1, os detentos arrombaram cadeados de quatro celas, usaram um macaco hidráulico para romper as vigas do teto do local destinado ao banho de sol e fugiram pelo muro por meio de “terezas”.

De acordo com Lago, apenas um investigador estava na delegacia no momento da fuga. A carceragem abrigava 41 presos, quando a capacidade era de 16. Ainda conforme o delegado, houve ao menos duas tentativas de fugas neste ano. A última ocorreu no dia 12 de junho, quando os detidos foram contidos com apoio da Polícia Militar (PM).

Fábio Lago suspeita que o macaco hidráulico usado na fuga tenha sido arremessado para os detentos do lado de fora do muro da unidade. “Foi arremessado porque existe precariedade na carceragem. Da última vez que fizemos revista foram 28 aparelhos celulares, mais 35 carregadores e um macaco hidráulico encontrados”, diz o delegado. Conforme ele, a PM contribuiu com as buscas pelos fugitivos e, até as 9h20 desta terça, nenhum deles havia sido capturado.