Duas jovens feirenses concorrem a vaga no Balé de Faustão

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

Sem título-1

As jovens feirenses Anna Lourena de Jesus Bizerra (27 anos) e Wladiele Lacerda (18 anos) estão entre as 65 candidatas selecionadas na Bahia, ao todo a seletiva baiana que aconteceu na última quarta-feira (5) na sede da TV Bahia, em Salvador, contou com 200 garotas. O concurso que irá escolher três novas integrantes para o time de dançarinas de Faustão, ainda irá presentear as vencedoras com um carro 0 Km e oferecer a oportunidade das beldades poderem mostrar seu talento e adquirir o reconhecimento profissional em nível nacional.

Anna Lourena, começou a dançar aos sete anos e finalista das majestades da Micareta de Feira de Santana
Anna Lourena, começou a dançar aos sete anos e finalista das majestades da Micareta de Feira de Santana

Anna Lourena, mas conhecida como Anna Mell, começou a dançar aos sete anos. É formada em Administração, foi baliza da Fanfarra Gastão Guimarães, dançou no Galpão de Artes, no bairro Santa Mônica e fez ginástica rítmica na Federação Bahiana de Ginástica Rítmica Desportiva. Participou de concursos que participou como o Globeleza 2013, foi finalista das majestades da Micareta de Feira de Santana. “Sempre tive o sonho no coração de ser dançarina, ao ser selecionada na etapa baiana para o Balé do Faustão me motivei para ir mais além, pois é algo que amo fazer e fui com o coração. A experiência é muito boa em poder interagir com outras meninas, conhecer a ex-bailarina e madrinha do concurso Ivonete liberato, mas de está ali me senti única e vitoriosa. Me sinto muito feliz por ter feito parte disso tudo, que seja feita a vontade dele”, relata.

Wladiele Lacerda esteve no Projac para ver de perto como funciona
Wladiele Lacerda esteve no Projac para ver de perto como funciona

Já Wladiele Lacerda contou que estuda balé desde os três anos de idade e que também começou as aulas no Galpão de Arte. Ela permaneceu no Galpão até 2012, quando a Organização Não Governamental (ONG) paralisou as atividades porque o prédio onde as aulas eram realizadas era alugado e o proprietário pediu o imóvel. Apesar da triste notícia Wladiele não desistiu do sonho e com o apoio da família se matriculou em uma escola privada para continuar fazendo as aulas de balé. Ela conta com o apoio da família e do namorado que incentivam a feirense a correr atrás do sonho. “Em outubro até estive lá no Projac para ver de perto como funciona. Toda minha família me apoia e me deixam feliz por conta disso. Eu sei que ficarei com o coração partido se eu tiver que ir embora daqui, mas eu vou seguir meu sonho”, declarou.

(Com informações Acorda Cidade)

Atuais dançarinas de Faustão
Atuais dançarinas de Faustão