Empreendimentos solidários do Recôncavo ganham espaço para vender produtos

Espaço Solidário

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Espaço Solidário
Espaço Solidário

O Espaço Solidário foi inaugurado nesta quinta-feira (30), em Cachoeira, no Recôncavo Baiano. O Espaço Solidário é parte do trabalho do Centro Público de Economia Solidária do Recôncavo (Cesol-Recôncavo), resultado do edital da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), e gestado pela Comissão Ecumênica dos Direitos da Terra (Cediter).

A artesã Ana Passos, 32 anos, e as colegas da Associação Social Sagrada Família, do município de Cabaceiras do Paraguaçu, agora têm um local para vender os seus produtos. A associação é um dos 24 empreendimentos que estão expondo no Espaço Solidário. “A venda dos nossos produtos é uma das etapas. Antes disso, recebemos todo o apoio do Cesol, desde o desenvolvimento e design do nosso artesanato, até a resolução da parte burocrático da entidade”, recorda Ana.

Além da loja, um café também vai funcionar no térreo. No pavimento superior há um espaço para oficinas e treinamento. “A cidade de Cachoeira e o Recôncavo eram carentes de um espaço para comercializar o genuíno produto local. Aqui vamos comercializar desde produtos das bordadeiras de Saubara até as cerâmicas de Coqueiro, mantendo a tradição e gerando renda”, explica o coordenador do local, Rodrigo Lyra.

Presente na inauguração, o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Álvaro Gomes, ressaltou a importância da economia solidária: “É um segmento que se fortalece, incentivando o cooperativismo e o associativismo, gerando trabalho, renda e promovendo o desenvolvimento social de pequenos empreendimentos”.