Família de ambientalistas é assassinada por pistoleiros

famila

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

A Polícia Civil investiga o assassinato de três pessoas de uma mesma família na área rural de São Félix do Xingu, no sudeste do Pará. A família de ambientalista realizava soltura de quelônios no rio. Um inquérito foi instaurado e, até o início da tarde de ontem (10), nenhum suspeito havia sido preso. As vítimas são pai, mãe e filha, identificados inicialmente como “Zé do Lago”, Márcia e Joene, respectivamente. Eles viviam às margens do rio Xingu, onde tinham projeto de criação de quelônios.

A Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumir da Assembleia Legislativa do pará (Alepa) informou que solicitou apuração sobre o caso. Dois corpos foram encontrados no domingo (9), ao lado da casa onde a família morava, já em estado de decomposição. Já o corpo da mulher estava às margens do rio. Todos foram encontrados pelo filho do casal, segundo a Polícia.