Feira de Santana completa duas semanas sem registrar mortes por Covid-19

covid

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

Pela primeira vez desde o início da epidemia, em 6 de março de 2020, Feira de Santana não registrou nenhuma morte por Covid-19 durante duas semanas. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ressalta que a inclusão dos registros de óbito é feita quando a ficha de notificação e resultado do exame positivo para a doença chegam à Vigilância Epidemiológica.

Exames da Covid-19 coletados entre os dias 25 de outubro e 28 de novembro, ou seja, mais de um mês, confirmaram 45 casos positivos e 343 negativos em Feira de Santana nesta terça-feira (30).
O informativo também indica que o município manteve a marca de 48.684 curados da doença, índice que representa 94,5% dos casos confirmados. O boletim epidemiológico contabiliza ainda 11 pacientes internados no município.

Relatório sobre Covid-19 em Feira de Santana
NÚMEROS DESTA TERÇA-FEIRA
30 de novembro de 2021

Casos confirmados no dia: 45
Pacientes recuperados no dia: 0
Resultados negativos no dia: 343
Total de pacientes hospitalizados no município: 11
Óbito comunicado no dia: 0

NÚMEROS TOTAIS

Total de pacientes ativos: 165 (Dados da Sesab)
Total de casos confirmados no município: 51.504 (Período de 06 de março de 2020 a 30 de novembro 2021)
Total de pacientes em isolamento domiciliar: 1.801
Total de recuperados no município: 48.684
Total de exames negativos: 82.087 (Período de 06 de março de 2020 a 30 de novembro de 2021)
Aguardando resultado do exame: 188
Total de óbitos: 1.008

INFORMAÇÕES TESTES RÁPIDOS

Total de testes rápidos realizados: 26.221 (Período de 06 de março de 2020 a 30 de novembro de 2021)
Resultado positivo: 5.142 (Período de 06 de março de 2020 a 30 de novembro de 2021)
Em isolamento domiciliar: 0
Resultado negativo: 21.079 (Período de 06 de março de 2020 a 30 de novembro de 2021)

O teste rápido isoladamente não confirma nem exclui completamente o diagnóstico para Covid-19, devendo ser usado como um teste para auxílio diagnóstico, conforme a nota técnica COE Saúde Nº 54 de 08 de abril de 2020 (atualizada em 04/06/20).