Geisy Arruda posa com três looks de brechó

geisy_arruda_6

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Fica chique e elegante, com informação de moda e sem ser vulgar. E é sexy porque ela é uma mulher curvilínea e bonita, não dá para tirar isso dela", diz Camila. (Foto: Reprodução / Celso Tavares / EGO)
Geisy usa colete R$ 320; chemise André Lima, R$ 380; e bota Fernando Pires, acervo pessoal (Foto: Reprodução / Celso Tavares / EGO)

Geisy Arruda contratou as stylists e consultoras de estilo Camila Caiafa e Isabela Helou para ajudá-la a manter seu nosso visual. Agora “blogueira da classe C”, como se intitula, a loira quer ajudar seu público a se vestir melhor garimpando peças de brechós luxuosos, que possuem peças de grife a preços entre 25% e 35% mais baratos que os pagos nas lojas. Ainda que não sejam baratinhos, já é uma economia para quem não abre mão de se vestir com peças de marcas famosas.

Geisy posou para o EGO com três looks montados com peças garimpadas no brechó Madame Lamarquise, na Pompeia, Zona oeste de São Paulo, e falou da mudança no seu estilo. “Eu tinha vontade de mudar meu estilo e guarda-roupa para sair do estigma de periguete. Estava com dificuldade de exorcizar o periguetismo e elas me ajudam muito porque não só me vestem, mas também me ensinam. Tenho aulas práticas de estilo. Aprendi a usar peças para o meu tipo de corpo, que é curvilíneo, sem ficar vulgar, mas sem abrir mão da minha personalidade”, contou Geisy.

Isabela conta que sua cliente costuma opinar nos looks. “Geisy tem opiniões, ela que veio com essa história de usar sapato masculino, por exemplo. Ela só não sabia como adaptar isso para o blog, mas as ideias são dela. A gente só materializa”, diz a stylist. Segundo Camila, a ideia é não tirar a sensualidade de Geisy. “Em primeiro lugar a gente procura respeitar o corpo dela, que é bem brasileiro. Então, por exemplo, a gente sempre marca a cintura para marcar a personalidade dela”, explica.

Geisy usa vestido Huis Clos, R$185; bolsa Rodo, acervo pessoal; e sapato Miu Miu, R$ 400. (Foto: Reprodução / Celso Tavares / EGO)
Geisy usa vestido Huis Clos, R$185; bolsa Rodo, acervo pessoal; e sapato Miu Miu, R$ 400. (Foto: Reprodução / Celso Tavares / EGO)

Geisy quer ir na contramão da ostentação e critica as famosas que exibem coleções de bolsas de grife. “A ideia é fugir do mundo ostentação das celebridades. Minha ideia é ajudar as pessoas a gastar menos e a se vestir bem! É legal a coisa do desapego do brechó. E é tendência! Sou contra a ostentação, colecionar bolsa de grife é cafona. E o bom gosto que diz se você é chique, e não quantidade de bolsa e sapato de grife”, critica ela. Camila assina embaixo. “A ideia de usar peças de brechó é para abraçar a ideia do consumo consciente sem se vitimizar pela moda. Consultoria de moda é isso, autoconhecimento e valorização da pessoa. E brechó não é lugar de coisa velha e feia. Tem peças atemporais a preço acessível”, opina a stylist.

Geisy usa chemise André Lima, R$380; sapato Fernando Pires, acervo pessoal; bolsa Swains R$325; lenço de seda Fendi, R$325; e óculos Ralph Lauren, R$ 250. (Foto: Reprodução / Celso Tavares / EGO)
Geisy usa chemise André Lima, R$380; sapato Fernando Pires, acervo pessoal; bolsa Swains R$325; lenço de seda Fendi, R$325; e óculos Ralph Lauren, R$ 250. (Foto: Reprodução / Celso Tavares / EGO)