Ginasta baiana consegue viajar para a disputa do Sul-Americano na Colômbia

Keila Souza

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

A baiana Keila Souza conseguiu viajar para a Colômbia, onde disputará o Campeonato Sul-Americano de Ginástica Rítmica, com a seleção brasileira da modalidade. Aos 13 anos, ela teve de recorrer a rifas para alcançar uma parte do valor necessário, e correu o risco de não ir. Nem toda a verba foi atingida, mas a viagem foi garantida por apoio de pessoas próximas a Keila.

A comemoração pela conquista foi publicada na segunda-feira (11), no Instagram da atleta. “Gostaríamos de agradecer a todos que nos ajudaram de alguma forma a chegar até aqui. Agradecimento especial à minha técnica e à minha família por estar comigo a todo momento”, escreveu Keila.

As passagens foram bancadas pela Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia. No entanto, Keila ainda precisava de R$ 6.584,00, no total, para arcar com hospedagem, traslado e teste PCR para seis dias de viagem, além de uniformes e taxa de participação na competição.

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) normalmente apoia a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) para custear esse tipo de viagem para a seleção principal, mas Keila ainda faz parte da seleção transitória, pois tem apenas 13 anos.

Além do Sul-Americano, Keila participará do Torneio Futuros Talentos, que acontece entre os dias 6 e 12 de dezembro, em Santa Cruz, na Bolívia. Vale lembrar que ela foi aprovada no último edital do Bolsa Esporte oferecido pelo governo da Bahia. A quantia, porém, ainda não foi definida pela Sudesb.

No dia 24 de outubro, ela sagrou-se campeã do Circuito Baiano de Ginástica Rítmica em dois aparelhos: bolas e maças. A outra atleta baiana que foi convocada para a seleção, Julia Góis, de 16 anos, da ginástica aeróbica, também participará do Sul-Americano. Ela participará do campeonato propriamente dito e da Copa de Ginástica Aeróbica, na cidade de Ibagué, também na Colombia.