Governo confirma corte de R$ 69,9 bi no orçamento

Foto: Reprodução

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

Nesta sexta-feira (22) o governo, mas precisamente os Ministérios do Planejamento e da Fazenda anunciou corte de despesas do Orçamento da União de 2015 no valor de R$ 69,946 bilhões. A Educação sofrerá um corte de R$ 9,4 bilhões a Saúde, de R$ 11,8 bilhões. O PAC sofre um bloqueio de R$ 25,7 bilhões. O governo federal prevê receita líquida de R$ 1,158 trilhão em 2015 e fixou despesa primária no orçamento em R$ 1,103 trilhão.

De acordo com o ministro Nelson Barbosa, o contingenciamento fiscal é o “primeiro passo necessário para a recuperação do crescimento de modo sustentável”. Ele reforçou que o governo “está cortando despesas para conseguir cumprir a meta do superávit primário. É o maior contingenciamento feito no Brasil nos últimos anos, mas mesmo com esse contingenciamento os programas sociais do governo serão preservados”, assegurou Barbosa. O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, não esteve presente no anúncio oficial do governo em razão de um resfriado.