Instalação de linha de transmissão de energia elétrica deve impactar comunidades rurais de Feira de Santana

Carlos Geilson

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

O deputado estadual Carlos Geilson (PSDB) demonstrou hoje, em sessão na Assembleia Legislativa, preocupação em torno da instalação de uma linha de transmissão de energia elétrica de 500KV (500 mil voltz) e seus impactos na zona rural de Feira de Santana. Essa linha de transmissão atravessa os estados da Bahia e Sergipe.

Um estudo produzido pelo Instituto Federal da Bahia – campus Feira de Santana – revela impactos em várias comunidades rurais, localizadas em pelo menos cinco distritos, a exemplo de Tiquaruçu, Maria Quitéria, Jaguara, Ipuaçu e Bonfim de Feira.

As comunidades impactadas, conforme o deputado Carlos Geilson, são Quilombo Lagoa Grande, Ovo da Ema, Santa Rita, Lagoa da Nega, São José, Pé de Serra, Garapa, Vila Feliz, Saco do Capitão, Olhos D´Água da Formiga, Galhardo e Entroncamento da BR-116 Sul com a Estrada do Feijão.

Geilson também chamou a atenção para o risco da implantação de uma linha de transmissão de alta voltagem na região. “Centenas de famílias deverão ser afetadas com esse empreendimento, incluindo teritórios tradicionais de comunidade quilombola”, alertou.

O estudo também revela impacto na escola municipal Vitoriano Tomaz Bispo, granja na comunidade da Garapa, além de inviabilizar o projeto da rampa de voo livre na Serra de São José.